Tiago Nunes tem uma missão clara, e já publicizada, neste início de trabalho no Grêmio: dar continuidade a base de uma escalação para buscar o time ideal. Dois fatores já foram definidos para que isso ocorra: jogadores que “combinem” entre si e que busquem a verticalidade na hora de atacar. Serão as premissas dos primeiros passos do novo treinador no clube.

Dos 11 jogadores que iniciaram o jogo contra o La Equidad na semana passada, pela Sul-Americana, oito também começaram a partida de sábado, contra o Ypiranga, em Erechim, pelo Gauchão. O técnico não comandou o time no primeiro duelo, mas estreou à beira do campo no segundo.

Após a partida, Tiago Nunes afirmou que é adepto da repetição de time sempre que possível e indicou que o Grêmio deve mudar o planejamento adotado pelo treinador anterior. Renato Portaluppi costumava rodar o elenco entre uma competição e outra, ora preservando algumas peças, ora escalando um time completamente reserva.

– Pontualmente, de acordo com os relatórios que vamos receber da preparação física, se algum jogador tiver que ficar fora, vamos fazer essas trocas. Mas gosto muito de uma repetição para que possamos gerar confiança e comportamentos dentro do próprio elenco – explicou o treinador.

Sempre penso que a sequência acaba ajudando muito no entrosamento dos atletas. Vamos avaliar jogo a jogo, tentar construir uma base de equipe e repeti-la.— Tiago Nunes após vencer o Ypiranga

Há poucas semanas, o intervalo curto entre um jogo e outro e a metodologia de Renato teria resultado em duas escalações distintas, preservando jogadores. O novo treinador pensa diferente e quer repetir a base de um time para que a equipe ideal se adapte aos seus conceitos.

Atualmente, a escalação base do Grêmio tem: Brenno; Vanderson (Rafinha), Geromel (Ruan), Kannemann (Rodrigues) e Diogo Barbosa; Thiago Santos e Matheus Henrique (Maicon ou Darlan); Ferreira (Léo Pereira), Jean Pyerre e Pepê (Ferreira); Diego Souza.

Entre os que possuem vagas mais asseguradas na equipe neste momento estão o goleiro Brenno, o volante Thiago Santos, o meia Jean Pyerre e o centroavante Diego Souza.

A partir disso se vislumbram algumas dúvidas técnicas, como, por exemplo: Vanderson ou Rafinha na lateral-direita e Pepê ou Ferreira na ponta-esquerda. Dessa última dupla, caso apenas um esteja à disposição, Léo Pereira é opção pela direita.

Geromel e Kannemann serão titulares, desde que estejam em plenas condições físicas, o que não tem ocorrido nos últimos meses. As opções, respectivamente, são Ruan e Rodrigues.

Ambas duplas formam as combinações de características que Tiago tanto almeja alcançar. Por exemplo: um zagueiro sai mais para o jogo com maior refino técnico (Geromel e Ruan), outro opta pela disputa mais física (Kannemann e Rodrigues).

– A minha missão nesse momento é encontrar os jogadores que melhor combinam entre si. Porque existem características que são complementares e outras que são concorrentes dentro de campo. Temos que criar um fluxo que possa potencializar o jogo do Matheus, do Darlan, que são jogadores de construção e qualidade na chegada do campo de ataque, que fazem essa ligação – completou o treinador.

Tiago Nunes comanda primeiro treino pelo Grêmio antes de estreia contra Ypiranga — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Tiago Nunes comanda primeiro treino pelo Grêmio antes de estreia contra Ypiranga — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

É assim também no meio de campo. Thiago Santos veio para ser titular porque dá uma sustentação defensiva que na última temporada o time não teve. Até por isso o outro volante será alguém que construa mais o jogo.

As opções, por ora, são Matheus Henrique ou Darlan. Maicon ainda segue fora de ação, se recuperando fisicamente. Quando voltar, entrará na briga.

Com a folga no último domingo, o elenco se reapresenta às 15h30 desta segunda-feira no CT Luiz Carvalho. Será o primeiro treino que Tiago comandará com os jogadores à disposição.

O próximo compromisso será na quinta-feira diante do Lanús, na Argentina, pela segunda rodada da fase de grupos da Sul-Americana. E no final de semana seguinte já deve ocorrer o duelo de ida das semifinais do Gauchão contra o Caxias.



Veja também