O Grêmio volta a Goiânia neste sábado para encarar o Goiás pelo Brasileirão. Em 2019, na última rodada da competição, Renato Portaluppi usou a equipe sub-23, na estreia de Ferreira como titular. Agora com mais “bagagem”, o atacante quer se firmar de vez entre as alternativas do setor.

Desde o duelo pela 39ª rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, Ferreira passou por altos e baixos no clube. Iniciou 2020 junto ao grupo profissional, foi afastado por complicações contratuais e depois reintegrado, já com a situação resolvida.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o jovem falou sobre o amadurecimento e diferença entre os dias de hoje e o jogo de Goiânia em 2019.

– Acho que volto com mais experiência, mais bagagem, porque ano passado a gente veio com a equipe de transição. Foi meu primeiro jogo como titular e, de lá para cá, passei por muitas coisas e me sinto mais preparado – conta Ferreira.

Ferreira em treino do Grêmio no CT Luiz Carvalho — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Ferreira em treino do Grêmio no CT Luiz Carvalho — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPAhttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

A partida deste sábado precede um confronto decisivo para o Grêmio na temporada, que é o jogo de volta das quartas de final da Libertadores, contra o Santos. Renato levou apenas seis atletas considerados titulares para Goiânia: Vanderlei, Kannemann, Diogo Barbosa, Matheus Henrique, Luiz Fernando e Pepê.

“Ferreirinha”, que já entrou no segundo tempo do jogo contra o Santos, na última quarta-feira, é um dos cotados para atuar desde o começo diante do Goiás. Um dos motivos para tal ascensão no elenco é a evolução tática, principalmente na marcação, destaca.

– Viemos com esse estilo de jogo desde a base, porque sabemos que no futebol moderno de hoje, se exige muito da gente na parte da marcação. Então é tranquilo, no que o professor precisar, estamos prontos para ajudar – conclui.

Neste sábado, às 21h, contra o Goiás, o Grêmio inicia uma série de três jogos fora de casa. Depois, o Tricolor vai para Santos, em partida válida pelas quartas de final da Libertadores, e finaliza a sequência no outro sábado, na Ilha do Retiro, onde encara o Sport, pelo Campeonato Brasileiro.



Veja também