Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Ausente dos últimos dois jogos, o atacante Ferreira ainda não tem prazo para retornar aos treinos no Grêmio. O camisa 10 tem dores no músculo adutor da coxa direita, ainda resquício de uma lesão muscular, e vai ter o tempo necessário para retomar as atividades.

O clube diz que Ferreira não tem lesão atualmente. Mas o atacante refere dores na região e passa por tratamento para zerar o problema. O clube gaúcho aponta que o jogador tem uma lesão crônica na região. O vice de futebol Denis Abrahão afirmou que não há prazo para o retorno.

– O que posso dizer é que (Ferreira) está em tratamento, refere dor e está sendo tratado. Parece que é assim mesmo. Sente a dor, trata, melhora, vai voltar, vai sentir dor novamente. Parece que é uma lesão que tem que dar um tempo para ele. Mas ele vai se recuperar e tenho certeza que vai estar conosco novamente – disse Abrahão após a vitória sobre o Operário, em Ponta Grossa.

O estafe do jogador alega uma volta acelerada na semana anterior ao Gre-Nal disputado no dia 23, quando Ferreira retornou aos gramados após um mês afastado. Para o jogo anterior, no dia 19, o Tricolor tentou ter o camisa 10 à disposição.

Mas a lesão ainda não havia cicatrizado completamente, segundo a versão de pessoas próximas a Ferreira. O jogador passou por um exame de imagem no dia 16 de março com um médico particular para ter um panorama sobre o problema.

Desde aquele momento, Ferreira convive com dores na região, fruto da lesão anterior. Fará agora o tratamento para tentar zerar o problema e retomar as atividades normalmente com o mesmo médico que o tratou de uma fascite plantar, quando ainda estava no Aimoré.

A última partida de Ferreira com a camisa do Grêmio foi a derrota para a Chapecoense, na Arena, no dia 15 de abril. O próximo compromisso do Tricolor é contra o CRB neste sábado, na Arena, e depois encara o Cruzeiro, no dia 8 de maio, no Mineirão.



Veja também