Uma das grandes novidades do Grêmio de Felipão atende pelo nome de Fernando Henrique O volante já havia jogado na temporada, mas foi na equipe principal a partir da chegada do técnico. E se tornou quem mais desarmou somadas as duas partidas disputadas.

No Gre-Nal, o volante fez sete desarmes e foi o líder na estatística ao lado de Kannemann. Contra a LDU, novamente se destacou no fundamento, com três desarmes, mesmo numero de Vanderson e Cortez. São, portanto, 10 desarmes em dois jogos, o maior número do Tricolor — na sequência vem o zagueiro argentino, com nove. A capacidade de marcação é ponto forte sempre citado por integrantes da base.

Números de Fernando Henrique

  • Gre-Nal: 7 desarmes (líder com Kannemann) e 42 passes completos (líder com Geromel)
  • LDU: 3 desarmes (líder com Cortez e Vanderson) e 8 passes completos

A tendência, aliás, é de sequência do jovem para o sábado, contra o Fluminense, pelo Brasileirão. Bobsin deve voltar no setor junto a Fernando Henrique. Felipão tem em Thiago Santos o titular, mas deu a chance para Fernando após relato do auxiliar Thiago Gomes. E o fixou como alternativa imediata.

— O Fernando Henrique, temos o Thiago fora, preciso de um 5. Vou buscar então informações com o Thiago que me disse: “pode colocar, tem personalidade”. Se apresentou muito bem. Me lembrei no Gre-Nal de 2014, que o Walace foi lançado. Jogador tem que ter personalidade depois o resto a gente vai trabalhar — destacou Felipão depois do Gre-Nal.

Fernando Henrique em LDU x Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Fernando Henrique em LDU x Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O volante também se destacou, aliás, como líder em passes completos no Gre-Nal, com 42, mesmo número do zagueiro Pedro Geromel. Casemiro foi apontado pelo jogador como referência na posição em entrevista coletiva.

Aos 20 anos, Fernando Henrique atuou 12 vezes pelo Tricolor na temporada 2021, com seis vitórias, quatro empates e duas derrotas. Chegou a jogar recentemente pelo time sub-21 para ganhar ritmo de jogo.



Veja também