Lucas Uebel / Grêmio, divulgação

Apesar da eliminação na Copa do Brasil, para o Flamengo, após ser goleado na Arena e perder no Maracanã, na última quarta-feira, o Grêmio seguirá apostando no modelo com três volantes. A comissão técnica crê que mesmo perdendo parte de seu poder de criação, esta é a melhor maneira de enfrentar adversários tecnicamente superiores, tanto que os desempenhos dos dois primeiros tempos contra os cariocas foram elogiados.

No momento, o desafio de Luiz Felipe Scolari é fazer com que esse ritmo seja mantido durante os 90 minutos. Vale lembrar que, na goleada de 4 a 0, o próprio treinador mudou a equipe e diminuiu essa força de marcação, algo reconhecido por ele próprio. Já na última quarta, no Maracanã, internamente a leitura foi de que, se Rodrigues não cometesse pênalti no final da partida, o jogo terminaria empatado, mesmo com domínio flamenguista.

para o São Paulo, quando Felipão criticou a equipe e disse que passaria a exigir “mais garra e pegada” de seus comandados. Desde então foram seis jogos, e em três deles o tripé de volantes foi usado: nas duas partidas contra o Flamengo, pela Copa do Brasil, e diante do Cuiabá, pelo Brasileirão. Nos outros três confrontos, diante de Bahia, Corinthians e Ceará, o meio-campo teve dois volantes e um meia, sendo que Douglas Costa, Campaz e Alisson se revezaram no setor.

Porém, como as próprias formações das últimas partidas mostram, é possível que, em jogos contra adversários diretos na briga contra o rebaixamento, Felipão coloque em campo dois volantes e um jogador com características mais ofensivas, não necessariamente um armador, como por exemplo Douglas Costa e Alisson.

As escalações de meio-campo desde que Felipão passou a usar três volantes

  • Cuiabá 0 x 1 Grêmio – Thiago Santos, Maicon e Villasanti
  • Grêmio 2 x 0 Bahia – Thiago Santos, Lucas Silva e Douglas Costa
  • Grêmio 0 x 4 Flamengo – Thiago Santos, Lucas Silva e Villasanti
  • Grêmio 0 x 1 Corinthians – Thiago Santos, Villasanti e Campaz
  • Grêmio 2 x 0 Ceará – Thiago Santos, Lucas Silva e Alisson
  • Flamengo 2 x 0 Grêmio – Mateus Sarará, Fernando Henrique e Villasanti


Veja também