Foto: Eduardo Moura

Luiz Felipe Scolari é um treinador histórico na trajetória do Grêmio e seguirá marcando seu nome neste ano. Após o duelo com o Sport, no domingo, na Arena, Felipão atingirá a marca de 383 jogos na casamata gremista – igualando Oswaldo Rolla, o Foguinho – e, com os próximos compromissos pelo Brasileirão, irá se consolidar como segundo treinador que mais comandou o Tricolor. No topo da lista, Renato Portaluppi lidera com 411 partidas. 

Na tarde desta quinta-feira, Felipão orientou seus atletas para a partida do final de semana, que pode representar a “fuga” do Z4 nesta rodada. Com as partidas adiadas de Bahia e Santos, o Grêmio depende somente de si para “dormir” fora da zona de rebaixamento na rodada. Essa seria a primeira vez nesta edição da competição. No trabalho, o treinador orientou movimentações táticas e orientações específicas para cada função em campo.

Em outro gramado, o grupo fez um treino com movimentações em campo reduzido, que exigiam passes curtos, forte marcação e pressão, além de fechamento de linhas. Logo após, o grupo participou de atividade semelhante, com transições, aprimorando as ações no modelo de jogo do Grêmio, e com finalizações em gol.
Por fim, parte do grupo também trabalhou bolas paradas.

Com 22 pontos e na 18ª colocação, o Grêmio pode subir até três posições se vencer e o América Mineiro não superar o Cuiabá fora de casa. 



Veja também