Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

O técnico Luiz Felipe Scolari viu a pressão sobre o seu trabalho aumentar após mais uma derrota do Grêmio no Campeonato Brasileiro neste domingo diante do Santos, na Vila Belmiro. Apesar disso, o treinador defendeu a continuidade do trabalho e disse que ainda acredita ser possível evitar o rebaixamento para Série B.

O Tricolor tinha mais uma chance de deixar o Z-4, onde se encontra desde a 2ª rodada, com uma vitória neste domingo, mas não teve boa atuação. Na entrevista coletiva após a partida, Felipão afirmou que o time tem pagado muito caro por alguns erros e admitiu o abatimento no vestiário pela sequência de quatro jogos sem vitória.

– São alguns detalhes que estamos pagando muito caro por isso. Animicamente a gente vai se abatendo um pouco mais, é normal. Mas temos que continuar trabalhando. Lembrar que temos uma situação muito difícil no Grêmio, mas que não vamos nos entregar, deixar de fazer aquilo que sempre fizemos com dedicação, alegria, disciplina, busca de um resultado. Nós buscamos o resultado hoje. Por alguma razão tivemos uma ou outra oportunidade. O Santos no segundo tempo fez o que tinha que fazer, não teve uma defesa de bola chutada, mas tomamos o gol. É uma coisa que vem acontecendo e só trabalhando que vamos conseguir mudar – afirmou o técnico.

Questionado sobre o que tinha a dizer para a torcida que pede a sua saída, Felipão repetiu a expressão “continuar trabalhando” e defendeu sua continuidade no comando da equipe. Segundo o treinador, o trabalho tem sido bom, mas não tem se refletido no campo para que o time conquiste as vitórias que precisa.

– Gente, é mais difícil uma situação diferente do que a gente imaginava, do que nós jogadores e treinador. Mas se não continuarmos trabalhando e pensando positivamente, não vamos sair disso. Não adianta. Temos que acreditar no nosso trabalho, na equipe. O que a mídia ou pessoas em redes sociais escrevem, nunca fui de contestar e nem sou de dizer que A, B ou C está errado ou certo. Cada um expressa sua opinião. Eu só posso dizer que eu vou fazer com ainda muita dedicação total para mudar essa situação. Vou fazer junto com a minha comissão. O trabalho que estamos fazendo é bom, mas não está refletindo em campo por uma ou outra razão. E vamos buscar alternativas para colocar isso mais rapidamente em ordem para ganhar um jogo – completou.

O Tricolor tinha chance de deixar o Z-4 com uma vitória na Vila Belmiro, mas sofreu mais uma derrota e agora é o penúltimo colocado, com 23 pontos. E ainda viu a distância para sair da zona de perigo aumentar para cinco pontos. O primeiro time fora da Z-4 é o próprio Santos, com 28.



Veja também