Mesmo sem vencer em sua estreia pelo Grêmio, Luiz Felipe Scolari saiu satisfeito da Arena neste sábado com o empate sem gols no Gre-Nal, pela 11ª rodada do Brasileirão. Na lanterna, Felipão admitiu que a situação é delicada, mas destacou a “alma” dos jogadores em campo.

Em entrevista coletiva virtual após o jogo, Scolari ainda salientou que o Grêmio precisará dar maiores passos para sair da crise. Mesmo assim, destacou que o momento de reação pode demorar um pouco mais.Sonhamos com a vitória, mas está bom. Vamos dar o primeiro passo, nem que seja menor do que imaginávamos. Não é tão difícil como estamos vivendo o momento de dificuldade. Acho que podemos, e vamos, conseguir.— Luiz Felipe Scolari

— A situação é delicada, todos sabemos, jogadores sabem. O importante disso tudo é que hoje tivemos alma e duas defesas espetaculares, do goleiro que eu já conhecia em 2014, no juvenil — disse.

Felipão reestreou no Gre-Nal — Foto: Eduardo Moura

Felipão reestreou no Gre-Nal — Foto: Eduardo Moura

Outro ponto destacado por Felipão foi que ele só teve dois dias de trabalho no clube. E apenas uma atividade com o grupo de jogadores, justamente na prévia do Gre-Nal. Até por isso, as correções na equipe serão gradativas, sem mudanças bruscas.

— Precisamos trabalhar. Nós só conversamos. Não tive a oportunidade de colocar tudo em prática. Vou fazer muita parte tática para solucionar algumas coisinhas e aos poucos vamos melhorando. Fiquei feliz hoje. Os mais velhos deram a experiência que os mais novos precisavam. É isso que precisamos, uma equipe unida — respondeu Scolari.

Com o resultado, o Grêmio agora soma três pontos, mas segue na lanterna do Brasileirão. O elenco se reapresenta neste domingo, no CT Luiz Carvalho, e já se prepara para o jogo de terça-feira contra a LDU, no Equador, pela ida das oitavas de final da Sul-Americana.



Veja também