Fácil, Grêmio faz 4 a 0 no Figueirense e se mantem no G4

19 de agosto de 2012 - Às 20:48
O Grêmio recebeu o Figueirense no Olímpico e quebrou o tabu de 9 anos sem vencer os catarinenses no Olímpico. Sem muitas dificuldades, o Grêmio fez 4 a 0 e conseguiu os três pontos que mantem o Tricolor no G4 da competição. No Olímpico, mais de 30 mil pessoas acompanharam a partida.
Foto: Lucas Uebel

Ao contrário do que se esperava, o Figueirense veio ofensivo enfrentar o time do Grêmio. Tanto que a primeira grande chance foi do time catarinense aos 9 minutos. Caio saiu em velocidade, invadiu a área e bateu para fora, perdendo ótima chance.

Após isso, o Grêmio passou a dominar a partida. Marcelo Moreno, aos 13 minutos, acertou a trave em uma bicicleta de dentro da área. Aos 18, Zé Roberto mandou de cabeça para as redes, mas estava impedido. Aos 22, Elano recebeu na entrada da área, tirou o zagueiro e bateu rasteiro, a bola passou muito perto do gol.
Minutos depois, Leandro recebeu na cara do gol, sozinho, e bateu para fora, perdendo ótima chance. Aos 30, Leandro aproveitou bola que sobrou dentro da área, fintou o zagueiro e o goleiro, batendo para o gol, mas em impedimento. Aos 34, Zé Roberto fez grande jogada e cruzou na segunda trave para Leandro, que livre, tocou de cabeça para fora, perdendo grande chance.
Aos 35, o gol finalmente saiu. Anderson Pico lançou Moreno, que tabelou com o próprio Pico, recebeu e botou Elano na cara do gol, que só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes. Aos 40, em contra-ataque, Marcelo Moreno deixou Leandro na cara do gol, o jovem atacante tirou da zaga e bateu no ângulo, finalmente marcando, e ampliando.
O primeiro tempo acabou assim, com o Grêmio melhor na partida, tendo as principais chances e sem correr muito risco na defesa.
 —
E o segundo tempo não poderia ter começado melhor. Logo aos 3 minutos, Moreno aproveitou falha da zaga do Figueirense e tocou para Leandro marcar seu segundo gol no jogo. 
A partida estava sob controle do Grêmio, que não sofria riscos e tocava a bola com segurança e sem riscos.
 —
Aos 19 minutos, em contra-ataque, Leandro tocou para Marquinhos que devolveu de calcanhar. Leandro bateu prensado na zaga e jogou para fora. O Grêmio na metada do segundo tempo voltou a exercer pressão na saída de bola do Figueirense, que já não esboçava reação nenhuma.
 —
O time do Figueirense tentou pressionar, até tendo uma boa chance, mas não conseguiu marcar. O Tricolor teve o controle da partida até o fim, e mais segurou o resultado do que buscou ampliar, mas mesmo assim, André Lima conseguiu deixar sua marca no fim.



Veja também