Grêmio e Douglas Costa selaram nesta, sexta-feira (21), o término de um casamento que tinha a expectativa de durar por mais tempo, porém tornou-se incompatível pelo rebaixamento do clube e a relação do atleta com a torcida. Se a esperança do torcedor gremista era de conquistar títulos com a contratação de um atleta que esteve na última Copa do Mundo, a realidade apresentou cenário de polêmicas fora de campo e um desempenho abaixo do esperado dentro das quatro linhas.

No entanto, não foi a primeira vez que um reforço de grande investimento tornou-se frustrante na Arena. Nomes como Diego Tardelli, André, Marinho e Thiago Neves também chegaram com renome, porém não corresponderam ao que se tinha de expectativa.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Tardelli marcou apenas sete gols pelo GrêmioLucas Uebel / Grêmio FBPA

Diego Tardelli

Durou um pouco mais de 11 meses a relação entre Grêmio e Diego Tardelli. Contratado em 2019 como principal reforço para a temporada, o atacante não conseguiu se firmar como titular no time de Renato Portaluppi. Foram apenas sete gols marcados em 47 jogos disputados. Após a vitória sobre o Libertad, pela Libertadores, quando marcou um dos gols, revelou que tinha passado por um “momento depressivo”. Em 2021, o clube fez um acordo para pagar os R$ 4,2 milhões de sua rescisão.

LUCAS UEBEL / Grêmio/Divulgação
André vestiu a camisa tricolor em três temporadasLUCAS UEBEL / Grêmio/Divulgação

André

Contratado em 2018, André disputou 74 jogos com a camisa gremista e marcou só 11 gols. Seu contrato foi rescindido em 2020, após três temporadas alternando entre o time titular e o banco de reservas. Após estrear marcando um gol, sendo decisivo na vitória sobre o Cruzeiro, seu principal momento foi o gol do título gaúcho de 2019, em um Gre-Nal definido nos pênaltis. Em setembro do mesmo ano, uma vizinha registrou boletim de ocorrências reclamando de barulhos causados por supostas festas no apartamento do jogador.  O valor do rompimento do seu contrato foi acordado em R$ 5,8 milhões.

Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / Divulgação Grêmio
Grêmio pagou mais de R$ 9 milhões por MarinhoLucas Uebel / Divulgação Grêmio / Divulgação Grêmio

Marinho

Cotado recentemente no Inter, Marinho foi contratado pelo Grêmio em junho de 2018 junto ao Changchung Yatai, da China, por US$ 2,5 milhões (R$ 9,65 milhões na cotação da época). O atacante fez cinco gols em 28 jogos e nunca se firmou como titular na extrema direita, ocupada por Alisson. A maior polêmica ocorreu em dezembro, quando teve um vídeo vazado no qual se oferecia para jogar no Flamengo. Na negociação de saída para o Santos, o Grêmio recebera um valor entre R$ 6 milhões, além dos direitos do zagueiro David Braz.

Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação
Thiago Neves atuou 14 vezes pelo GrêmioLucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação

Thiago Neves

Thiago Neves atuou 14 vezes em 2020 e marcou um gol nos nove meses em que foi atleta do Grêmio. Além disso, foi relacionado para outras três partidas em que não foi utilizado. Caso fosse inscrito para mais três jogos, entrando em campo ou não, completaria 20 e teria seu contrato renovado até dezembro de 2021, além do salário dobrado por conta de outra cláusula. Sendo assim, buscando evitar um problema maior, a direção gremista rescindiu o contrato do meia. O fim do vínculo foi acordado em R$ 5,3 milhões.

Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação
Maicosuel fez apenas 12 jogos no TricolorLucas Uebel / Grêmio/Divulgação

Maicosuel

Emprestado pelo São Paulo em fevereiro de 2018, logo após a conquista da Copa Libertadores pelo Grêmio, Maicosuel fez apenas 12 jogos no Tricolor e não conseguiu convencer de que deveria permanecer até o fim da temporada, sendo devolvido ao clube paulista em junho. 

Lucas Uebel / Grêmio / Grêmio
Rômulo marcou um golaço no Gre-Nal de 2019Lucas Uebel / Grêmio / Grêmio

Rômulo

Muito criticado no Flamengo, Rômulo foi emprestado ao Grêmio no início de 2019 com a expectativa de retomar o futebol que apresentou no Vasco e que o levou para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. No entanto, em 30 jogos, não conseguiu ter um bom rendimento. Seus melhores momentos foram a boa atuação diante do Palmeiras, nas quartas de final da Libertadores, e o Gre-Nal do segundo turno do Brasileirão, na Arena, quando marcou um dos gols da vitória gremista.

Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação
Montoya não se adaptou ao futebol brasileiroLucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação

Montoya

Contratado para ser o substituto de Ramiro, negociado com o Corinthians no início de 2019,  Montoya fez 12 jogos e marcou dois gols ao longo do período em que vestiu a camisa tricolor. Testado como volante, meia-direita e meia-armador, o argentino ex-Rosario Central não convenceu em nenhum dos setores e rescindiu seu contrato em julho, se transferindo para o Racing.

Lucas Uebel / Grêmio,Divulgação
Vanderlei ficou de fora das finais da Copa do Brasil 2020Lucas Uebel / Grêmio,Divulgação

Vanderlei

Com pouco espaço no Santos de Jorge Sampaoli, Vanderlei foi negociado com o Grêmio no começo da temporada de 2020. O goleiro disputou 56 partidas pelo Tricolor e sofreu 55 gols (média de 0,9 gol por jogo). No entanto, após uma série de falhas, foi tirado da equipe titular por Renato Portaluppi nas finais da Copa do Brasil, contra o Palmeiras, quando o antigo titular Paulo Victor voltou à posição. Vanderlei teve seu contrato rescindido em abril de 2021, quando o Grêmio optou por apostar em Brenno e Gabriel Grando.



Veja também