Prestes a ser anunciado pelo Palmeiras, o ex-preparador de goleiros Rogério Godoy fez um acordo com o Grêmio e desistiu de ingressar com uma ação na Justiça contra o clube gaúcho. Há um mês, o profissional havia feito um primeiro movimento para acionar o Tricolor.

Rogerião, como é conhecido, havia sinalizado com uma medida para evitar a prescrição do seu direito por reclamar alguns benefícios na Justiça. O principal deles diz respeito a problemas físicos.

Rogério Godoy deixou o Grêmio no início do ano — Foto: Tomás Hammes / GloboEsporte.com

Rogério Godoy deixou o Grêmio no início do ano — Foto: Tomás Hammes / GloboEsporte.com

A representante do ex-profissional gremista, a advogada Mariju Maciel, afirma que Rogerião tem a necessidade de realizar cirurgia nos dois joelhos. Algo que o acompanha desde seu período no Tricolor.

Entretanto, em função das competições em disputa, ele acabou impossibilitado de realizar os procedimentos. O acordo feito com o Grêmio evitou que ele buscasse na Justiça reparos por esta condição.

Rogerião deixou a Arena no início deste ano, em meio ao processo de reformulação promovido no departamento de futebol. Trabalhou na lapidação dos goleiros do time profissional desde 2012, mas estava no clube gaúcho desde 2005.

Ganhou projeção com o trabalho realizado com Marcelo Grohe, ídolo do clube nos últimos anos, e participou das conquistas recentes do Tricolor, como Copa do Brasil e Libertadores.



Veja também