Foto: Lucas Uebel

Ex-artilheiro do Grêmio na temporada, o atacante Miller Bolaños terá de, literalmente, correr para recuperar espaço. O equatoriano voltou a atuar pelo clube, após dois meses em recuperação, mas teve atuação apagada na derrota dos reservas por 1 a 0 diante do Palmeiras, pelo Brasileirão.

Na partida deste sábado, Bolaños acabou substituído pelo garoto Nicolas Careca no início do segundo tempo. Para voltar a desempenhar o alto nível e ter chance de recuperar a artilharia no time, o equatoriano só vê um caminho: precisa de sequência de jogos.

– Comecei em boa fase no Gauchão. Estou tranquilo, vou me recuperar 100% com a sequência de jogos – afirmou, após a partida no Pacaembu.

Dos oito gols anotados, sete foram pelo Gauchão e um pela Libertadores – mais do que todos os gols feitos no ano passado inteiro pelo equatoriano. Mas Bolaños perdeu a artilharia para Lucas Barrios e Luan, que têm 15 e 14, respectivamente.

O atraso na recuperação do gringo, no entanto, atrapalhou a volta ao time. A previsão inicial era de três semanas afastado por conta de dores musculares na coxa direita. No entanto, acabou atrapalhado por dores reincidentes e chegou a pedir para ficar fora da viagem para os jogos diante do Fluminense e Cruzeiro para focar no recondicionamento físico.

– Estou tranquilo, assim como toda comissão técnica. A previsão era de três semanas, mas voltei a treinar e a sentir um pouco. Por isso que aumentou a recuperação – explicou.

Artilheiros do Grêmio em 2017

  • Lucas Barrios – 14
  • Luan – 13
  • Bolaños – 8
  • Ramiro e Everton – 7
  • Pedro Rocha e Fernandinho – 5

O Grêmio volta a atuar na próxima terça-feira, quando enfrenta o Godoy Cruz, fora de casa, pela Libertadores. O jogo é válido pelo confronto de ida das oitavas da competição sul-americana.

– O Godoy é uma equipe muito forte em casa e será preciso estarmos muitos concentrados para trazer um resultado positivo para Porto Alegre – destacou o equatoriano.

Mesmo com a derrota no Brasileirão, o Grêmio se mantém em segundo lugar, com 22 pontos. No momento, a diferença para o líder Corinthians é de quatro pontos, mas pode aumentar para sete caso o Timão vença o Botafogo neste domingo. Após o jogo pela Libertadores, o Tricolor recebe o Avaí na Arena pela 12ª rodada do Brasileirão, no próximo domingo.



Veja também