“Estou feliz pelos gols, mas triste por não jogar a final”, lamenta Pedro Rocha

Atacante exaltou companheiros que "correram por dois" após sua expulsão

24 de novembro de 2016 - Às 06:16
Foto: Mauro Schaefer
Foto: Mauro Schaefer

O atacante Pedro Rocha foi o herói do Grêmio, nesta quarta-feira ao vencer o Atlético-MG, mas ainda assim, criou uma dificuldade que o time não precisava no segundo tempo. Goleador do dia, ironicamente ele saiu chorando de tristeza do gramado do Mineirão. “Estou feliz pelos dois gols, mas triste pela expulsão e ficar fora da final”, explicou.

Dividido entre a festa e a preocupação, ele explicou o lance da falta que culminou no segundo cartão amarelo. “Eu fui tentar encurtar o campo, mas como estava sentindo câimbras, estiquei o pé e fiz a falta”, relatou. “O juiz entendeu que foi para expulsão. Sei que errei ao tirar a camisa no segundo gol e vou pagar por isso”, admitiu.

Pedro Rocha garantiu que a tristeza durou pouco, no entanto. “Desci o túnel e vim um pouco abalado, chorando pela expulsão”, contou. “Mas cheguei no vestiário e consegui acompanhar pela TV. No terceiro gol, fiquei feliz”, comemorou o atacante.

Ele fechou no discurso de “controlar a euforia”, contudo. “Não tem nada ganho e faltam 90 minutos. Vamos fazer outro jogo como fizemos aqui, daí tenho certeza que a gente vai sair campeão”, projetou. O jogador exaltou, também, os companheiros após ele levar o cartão vermelho. “Mesmo com um a menos, todos correram dobrado e isso motiva o grupo ainda mais.”

Fonte: Correio do Povo



Veja também