Lucas Uebel / Divulgação/Grêmio

Novidade na escalação do Grêmio na próxima rodada, Diego Churín concedeu entrevista coletiva no final da manhã desta sexta-feira (5). O argentino está recuperado de estiramento muscular e, com isso, será titular na vaga de Diego Souza, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, na partida contra o Botafogo. No entendimento do centroavante, o momento de resultados instáveis é justificado pelos detalhes.

— Essas coisas acontecem. Sempre trabalhamos da melhor maneira, de forma igual, na vitória e na derrota. Quando tivemos vitórias, trabalhamos da mesma forma — analisou o atacante. — Estamos pagando muito caro nos detalhes que não fazemos bem. Temos de ter a cabeça fria. Tratar de conseguir a vitória quando possível — complementou.

Churín é velho conhecido de Pinares — os dois atuaram juntos no Unión Española-CHI e se reencontraram no Tricolor em 2020. Para ele, o fato de o chileno não ter entrado na partida contra o Santos já foi explicado por Renato Portaluppi. Churín garantiu que o clima é bom no vestiário gremista.

— O que aconteceu, o Renato falou, e não tenho que dizer nada. Falo por mim e por ele: o grupo nos recebeu da melhor maneira. Há um clima bom para trabalhar, é um grupo muito unido, um dos melhores que conheci na minha carreira futebolística — disse.

Desfalque nas últimas rodadas por conta de um estiramento muscular, Churín está recuperado e será titular contra o Botafogo na segunda (8), às 20h, no Rio de Janeiro. Ele garante dedicação total para confronto:

— Estou trabalhando da melhor maneira para fazer o que o técnico quiser dentro do tático e ganhar o jogo de segunda — relatou.



Veja também