Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

O técnico Tiago Nunes definiu a escalação do Grêmio para o Gre-Nal deste domingo, às 16h, na Arena, válido pela final do Campeonato Gaúcho. A atividade deste sábado ajustou a movimentação do time, que deve ter a volta do volante Thiago Santos à equipe.

O sigilo é máximo em relação ao meio-campista. O clube não divulga imagem dos trabalhos em Porto Alegre desde a véspera da viagem para a Venezuela, no dia 18. Mas a tendência é que Thiago Santos seja utilizado novamente no meio.

No trabalho deste sábado, Tiago Nunes trabalhou taticamente a equipe no CT Luiz Carvalho. Fez uma atividade com orientações e depois trabalhou cobranças de bola parada. Na sequência, os jogadores fizeram cobranças de pênalti. Se o Tricolor perder por um gol de diferença, assim será decidido o título.

Assim, Lucas Silva sairia do time escalado no Beira-Rio. Outra mudança provável é a saída de Luiz Fernando, que foi relacionado para o clássico na lista divulgada pelo Tricolor. Mesmo que o clube tenha passado previsão de três semanas para retomar os trabalhos.

Léo Pereira é o favorito a ocupar a vaga pela ponta direita, embora Pepê esteja também à disposição depois do retorno na Venezuela. O Gre-Nal deve ser a despedida do atacante com a camisa do Grêmio, já que está negociado com o Porto e será liberado dia 5 de junho.

Uma provável escalação tem Brenno; Rafinha, Geromel, Ruan e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Matheus Henrique e Maicon; Léo Pereira, Ferreira e Diego Souza.

Além de Pepê, o meia Jean Pyerre também está à disposição e reforça o elenco para a decisão. Jogou 45 minutos na vitória pela Sul-Americana, na quinta, mas deve entrar no segundo tempo do clássico. Ao mesmo tempo, era titular do time antes da lesão.

Com a vitória no Beira-Rio, o Grêmio garante o tetracampeonato gaúcho mesmo com um empate na Arena. Derrota por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis.



Veja também