Thiago Santos voltou aos gramados com a camisa do Grêmio na última terça-feira ao sair do banco de reservas e ajudar no 1 a 0 sobre o Vitória, pela Copa do Brasil. Quase uma semana depois, deve ganhar chance novamente no time titular contra a Chapecoense, na segunda, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Jogador de confiança do técnico Luiz Felipe Scolari desde os tempos de Palmeiras, o volante está plenamente recuperado de lesão no músculo adutor da coxa direita, sofrida há um mês. Assim, formará dupla com Darlan ou Lucas Silva no meio de campo.

Como Thiago e Lucas têm características semelhantes de imposição física e marcação, é mais provável que Darlan se mantenha entre os 11 iniciais, pelo estilo móvel e de passe qualificado. Jean Pyerre completa o setor.

Thiago Santos ficou em campo por pouco mais de 20 minutos no jogo que deu vaga às quartas de final da Copa do Brasil. Foi tempo suficiente para mandar um chute forte de fora da área e quase deixar o dele – justamente com a perna que estava machucada.

No restante da equipe, Felipão pode contar com o retorno de Kannemann na zaga. Ele se recupera de uma pancada no joelho. Se ainda não reunir condições, Ruan segue na equipe. No ataque, Borja deve estrear no lugar de Ricardinho.

Thiago Santos volante Grêmio — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Thiago Santos volante Grêmio — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Maicon e Douglas Costa têm possibilidade de aparecer no banco de reservas. A provável escalação tem: Gabriel Chapecó; Vanderson, Geromel, Ruan (Kannemann) e Bruno Cortez; Thiago Santos, Darlan (Lucas Silva), Jean Pyerre, Alisson e Léo Pereira; Borja (Ricardinho).

O Grêmio enfrenta a Chapecoense às 20h de segunda-feira, na Arena, pela 15ª rodada do Brasileirão. O Tricolor é o penúltimo colocado, com sete pontos, e os catarinenses aparecem em último, com quatro.



Veja também