O Grêmio fez, neste domingo, o último treinamento antes do confronto com o Sport na segunda-feira. O elenco realizou uma atividade no Arruda com a presença do paraguaio Villasanti, que se juntou ao elenco em Recife após estar com a seleção do Paraguai. O volante deve estar na escalação para a partida.

A atividade no Arruda teve ajustes táticos do time e um trabalho de bola parada feito por Roger Machado. O treinador definiu, portanto, a escalação para o jogo desta segunda-feira. Mas sem divulgação pública.

A dúvida é se Roger vai manter Thiago Santos no time ao lado de Villasanti ou fará a substituição simples. Se o camisa 5 permanecer na equipe, Janderson pode perder a vaga, com Bitello mais adiantado no meio-campo.

Villasanti em treino do Grêmio no Arruda — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Villasanti em treino do Grêmio no Arruda — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A tendência, no entanto, é que Roger mantenha dois volantes na equipe, com Janderson ou Campaz como atacante ao lado de Biel e Elkeson. Na defesa, Bruno Alves segue fora, com Covid-19. Rodrigues se mantém na equipe.

A provável escalação tem Gabriel Grando; Rodrigues, Geromel e Kannemann; Edilson, Villasanti, Bitello e Nicolas; Janderson (Campaz ou Thiago Santos), Gabriel Teixeira e Elkeson.

O centroavante Diego Souza, artilheiro do ano, não viajou a Recife com amigdalite. O goleiro Brenno teve diagnosticada lesão muscular grau 1 e fica fora outra vez – ele foi sacado após o aquecimento na vitória sobre o Novorizontino.

O Grêmio tenta entrar no G-4 da Série B. Uma vitória sobre o Sport pode colocar o Tricolor dentro da zona de classificação para a Série A. Com 17 pontos, é o quinto, um ponto atrás do Leão.



Veja também