O técnico Vagner Mancini pode repetir o time do Grêmio que venceu o Juventude na sua estreia, no último domingo, na Arena. A tendência é pela manutenção de Paulo Miranda na defesa. Borja e Geromel fizeram atividades com bola nesta sexta-feira, mas não devem começar a partida contra o Atlético-GO na segunda-feira, em Goiânia, pela 28ª rodada do Brasileirão.

Paulo Miranda segue ao lado de Kannemann na defesa, mesmo com o retorno de Ruan após cumprir suspensão. Em uma atividade com a linha de defesa nesta sexta, a dupla treinou junto a Vanderson e Rafinha, nas laterais.

Jean Pyerre é outro que permanece, centralizado no meio de campo. Já Diego Souza pode começar caso Borja não esteja em totais condições.

O colombiano já havia feito parte da atividade de quinta com bola e participou do treino desta sexta com o restante dos companheiros, assim como Léo Pereira. Geromel também já calçou chuteiras no gramado e fez exercícios com bola. Todos liberados pela fisioterapia e com chance de estar entre os relacionados.

A escalação possível do Grêmio tem: Brenno; Vanderson; Paulo Miranda, Kannemann e Rafinha; Thiago Santos e Villasanti; Alisson, Jean Pyerre e Douglas Costa; Diego Souza (Borja).

Paulo Miranda pode ganhar sequência no Grêmio — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Paulo Miranda pode ganhar sequência no Grêmio — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

O elenco retoma os treinamentos às 10h de sábado e de domingo, dia em que viaja a Goiânia em voo fretado. O retorno da delegação ocorre apenas na manhã de terça-feira.

O jogo contra o Atlético-GO está marcado para as 20h de segunda-feira no estádio Antônio Aciolly, pela 28ª rodada do Brasileirão. O Tricolor segue em penúltimo lugar na tabela com 26 pontos e luta para reagir dentro do Z-4.



Veja também