O Grêmio está definido para o Gre-Nal desta quarta-feira, às 22h15, na Arena. O técnico Roger Machado trabalhou a equipe com o retorno de Thiago Santos ao meio-campo na vaga de Villasanti, convocado pela seleção do Paraguai. Lucas Silva treinou normalmente após os pontos levados no rosto e também vai para o jogo.

Conforme apurou o ge, a única novidade do time para o clássico 437, válido pela segunda partida da semifinal do Gauchão, será Thiago Santos. O camisa 5 entra automaticamente na vaga de Villasanti e compõe o meio-campo com Lucas Silva e Bitello.

A outra dúvida é a possiblidade de Ferreira retornar. Mas o time titular terá Elias com Campaz e Diego Souza. O camisa 10 deve estar disponível para a partida, embora ainda não haja confirmação sobre a presença entre os relacionados. O atacante inclusive postou uma imagem no trabalho desta terça nas redes sociais.

A provável escalação tem Brenno; Rodrigues, Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Thiago Santos, Lucas Silva e Bitello; Campaz, Elias e Diego Souza.

Fernando Henrique, Thiago Santos e Churín em treino do Grêmio de segunda — Foto: Eduardo Moura

Fernando Henrique, Thiago Santos e Churín em treino do Grêmio de segunda — Foto: Eduardo Moura

O trabalho desta terça-feira ocorreu todo com portões fechados. Roger trabalhou os últimos ajustes na equipe e contou pela primeira vez com os titulares no gramado. Nos treinamentos de domingo e segunda, quem atuou na vitória no Beira-Rio permaneceu no vestiário para exercícios de recuperação física.

O Grêmio irá confirmar na manhã desta quarta-feira a lista de relacionados para a partida. A grande novidade deve ser a presença de Ferreira, que treina desde a semana passada, mas ficou fora do jogo do último sábado por ainda relatar dores na coxa direita.

Com a vitória por 3 a 0 na casa do rival, o Tricolor pode até perder pela mesma diferença de gols que a decisão ocorre nos pênaltis. Qualquer derrota com placar menor que isso dá classificação aos gremistas. Se confirmar a vantagem, o time de Roger encara Brasil de Pelotas ou Ypiranga na final – os xavantes venceram o primeiro jogo por 1 a 0.



Veja também