Foto: Reprodução

Aos 23 minutos do segundo tempo da partida contra o Everton (CHI) no dia 12 de fevereiro, Gastón ‘La Gata’ Fernandez decidiu seu futuro no futebol. O jogador vem sido criticado por seu desempenho em campo e recebeu vaias da torcida quando foi substituído por Felipe Moura. A atitude das arquibancadas foi a gota d’água para o jogador e ele não quer mais continuar no Universidad de Chile. Com proposta do Grêmio, o meia-atacante optou por seguir a carreira no Brasil.

Em conversa ao jornal La Tercera, Sergio Bassi, representante do jogador no mercado brasileiro, explicou a situação. “Conversei com o jogador, ele quer vir para o Grêmio. Conversamos com o clube e oferecemos US$ 570 mil pelo passe. Estamos esperando resposta, mas está claro de que é uma grande oportunidade para o Universidad do Chile. O clube o comprou por dois anos e o salário é muito alto para uma equipe que não vai competir. Com o dinheiro do Grêmio, a La U vai recuperar três quartos do que investiu”, afirmou o argentino.

O Imortal ofereceu um contrato de três anos, com salário de 80 mil dólares e participação na Conmebol Libertadores Bridgstone. Bassi conta que conhece Fernández há muito tempo: “Temos conversado nos últimos dias e ele tem vontade de vir. É um jogador muito técnico e precisa de uma equipe jogue melhor. Por isso, nem o futebol chileno nem o argentino é para ele.



Veja também