Foto: Lucas Uebel

O vice de futebol do Grêmio, Odorico Roman, admitiu que o empate com o Novo Hamburgo em 1 a 1, neste domingo, foi frustrante para o grupo de jogadores. O dirigente crê, no entanto, que o grupo tem totais condições de vencer o adversário no próximo domingo e se credenciar para disputar o título do Gauchão.

“O Novo Hamburgo foi campeão da fase classificatória. Ele tem a melhor campanha. Sabíamos que era um jogo difícil. Obviamente, não vencer em casa, nos traz frustração. Isso dificulta o jogo de volta, mas acreditamos que o resultado não é insuperável”, afirmou Roman.

O dirigente compartilhou da opinião do grupo de jogadores e do técnico que o gol saiu em uma desatenção, mas levou para a coletiva dados de erros do Grêmio para mostrar que o adversário também foi responsável por “atrapalhar” o rendimento da equipe. “Foi a desatenção em um lance que decretou o empate”, disse o vice.

Odorico Roman não acredita que a viagem para o terceiro jogo da Libertadores possa gerar um desgaste excessivo para as decisões que o clube tem nas próximas semanas. “Vamos para o Paraguai. Uma viagem mais curta do que muitas do Gauchão (1h30min de avião) e não deve gerar desgaste nenhum. Uma sequência normal de domingo e meio de semana. Calendário tem que ser administrado”, declarou Roman.

O Grêmio volta aos treinos nesta segunda-feira, às 15h30min, no CT Luiz Carvalho. O próximo compromisso é contra o Guaraní, em Assunção, na quinta-feira, às 21h45min.



Veja também