A bagagem já aponta cinco vitórias, a melhor série de 2020, mas o Grêmio pode atingir uma marca inédita com Renato Portaluppi no comando do clube. Se vencer o Cuiabá na quarta-feira, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o treinador bate o recorde de seis triunfos consecutivos nas três passagens pelo clube.

O Grêmio de Renato atingiu a quinta vitória seguida em 2020 ao fazer 1 a 0 no Fluminense, no último domingo, pelo Brasileirão. Antes, havia superado Athletico e Bragantino, na Série A, e duas vezes o Juventude, nas oitavas da Copa do Brasil.

O feito também aconteceu nos últimos três anos. Em 2019, o Tricolor ganhou cinco jogos um atrás do outro na reta final do Brasileirão, entre as rodadas 28 e 32.

Em 2018, encarreirou três partidas pelo Campeonato Brasileiro e as duas das oitavas de final da Libertadores contra o Atlético Tucumán. Já em 2017, a marca abrangeu quatro jogos no começo da Série A e o segundo das oitavas da Copa do Brasil diante do Fluminense.

Grêmio pode chegar a sexta vitória seguida — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio pode chegar a sexta vitória seguida — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A última vez que o Grêmio ganhou seis jogos consecutivos ocorreu em 2015, quando o treinador era Roger Machado. Na ocasião, foram sete vitórias, seis delas no Gauchão e uma na Copa do Brasil.

— O professor Renato sempre nos passa uma conversa de vencer, que é a vontade dele, tem esse perfil. No Brasileiro, Copa do Brasil, Libertadores temos o mesmo foco. Todos queremos subir na tabela e apresentamos isso no jogo com o Fluminense. Estamos muito preparados para as competições que estão chegando — destaca o volante Darlan.

A chance de bater o próprio recorde de vitórias no comando gremista chega para Renato na noite de quarta-feira. Às 19h, o Tricolor enfrenta o Cuiabá na Arena Pantanal, no primeiro confronto das quartas de final da Copa do Brasil.

As cinco vitórias sob o comando do Renato

  • 2020 – Athletico (Brasileirão), Juventude (Copa do Brasil), Bragantino (Brasileirão), Juventude (Copa do Brasil) e Fluminense (Brasileirão)
  • 2019 – Botafogo, Vasco, Inter, CSA e Chapecoense (todas pelo Brasileirão)
  • 2018 – Paraná (Brasileirão), Atlético Tucumán (Libertadores), Ceará (Brasileirão), Fluminense (Brasileirão) e Atlético Tucumán (Libertadores)
  • 2017 – Fluminense (Copa do Brasil), Vasco (Brasileirão), Chapecoense (Brasileirão), Bahia (Brasileirão) e Fluminense (Brasileirão)

O adversário é o terceiro colocado na Série B, mas liderou a competição por algumas rodadas e eliminou o Botafogo no mata-mata. No sábado, perdeu para o Brasil de Pelotas. Uma vitória, além da marca, significará vantagem para a decisão na Arena.

Nesta terça-feira, o Grêmio treina pela manhã no Rio de Janeiro e viaja à tarde para Cuiabá. Os jogadores preservados contra o Flu estarão à disposição, como Vanderlei, Geromel e Diego Souza.

Robinho e Luiz Fernando não podem atuar na competição, enquanto Orejuela e Kannemann estão com as seleções da Colômbia e Argentina, respectivamente, para a disputa das Eliminatórias.



Veja também