Em primeiro treino no México, Grêmio mostra tranquilidade com a altitude

Maicon e Marcelo Oliveira falaram sobre o que o Tricolor precisa fazer para não ter problemas na partida

15 de fevereiro de 2016 - Às 06:23
Foto: Eduardo Moura
Foto: Eduardo Moura

Neste domingo, o Grêmio fez seu primeiro treino na Universidade Iberoamericana, na Cidade do México onde o Tricolor se prepara para a estreia na Libertadores. Desta forma, o elenco já teve as primeiras impressões sobre a altitude de 2,6 mil metros de Toluca, e não foi nada que deixou preocupação.

O volante Maicon disse que já jogou na Bolívia e afirmou que a altitude ‘não vai assustar’:

– Joguei já contra o The Strongest, não é nada que vá assustar. Temos que sentir o jogo, ver como o adversário vai vir. Não adianta jogar como um desesperado, correndo, temos que manter o nosso padrão, de toque, circular a bola, e usar nossos jogadores de velocidade no ataque – comentou Maicon.

Mas, há diferenças. Conforme diz Marcelo Oliveira, o toque na bola precisa ser calculado pois há mais velocidade na bola:

– É diferente, a batida na bola deu para ver que quando sai do pé, você acha que acertou o passe, e pega velocidade. Isso já vimos que tem que ser bem treinado para a gente acostumar. Vamos ter que enfrentar a altitude, é mais na hora da recuperação que falta um pouco. São obstáculos que temos que enfrentar na Libertadores. Vamos chegar bem preparado para este jogo – destacou.



Veja também