O técnico Renato Portaluppi dá os primeiros passos para uma renovação com o Grêmio. Ao mesmo tempo, a lista de clubes interessados no trabalho do treinador nunca foi tão grande neste período à frente do clube gaúcho. Sete equipes procuraram o estafe do comandante gremista, que só ouvirá eventuais propostas depois das negociações com o Tricolor e da final da Copa do Brasil.

Além do Grêmio, são três clubes de fora do Brasil e outros quatro do futebol nacional a manifestar interesse em contar com Renato Portaluppi para 2021. O empresário do treinador, Gerson Oldenburg, admite a profusão de contatos.

— Essa é a temporada que mais tivemos procuras de dentro e fora do país. Mas o Renato está focado no título — disse Oldenburg ao ge.

Renato foi alvo de sete clubes entre fim do ano passado e inicio de 2021 — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Renato foi alvo de sete clubes entre fim do ano passado e inicio de 2021 — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Oldenburg não revela nome de nenhum dos clubes interessados. O ge revelou no domingo a oferta do Al Rayyan, feita em novembro e recusada pelo treinador, embora o agente não confirme. Além disso, clubes dos Emirados Árabes e Japão também fizeram sondagens.

Nos últimos dias, Renato e o presidente Romildo Bolzan Júnior começaram as primeiras “troca de ideias” na negociação para a renovação de contrato. Após receber autorização do treinador, Oldenburg iniciará tratativas com o CEO do clube, Carlos Amodeo.

Conforme o ge apurou em Minas Gerais, o Atlético-MG tem em Renato o nome preferencial para assumir o clube. O técnico do Grêmio é o principal candidato a sucessor de Jorge Sampaoli, que anunciou a saída do Galo nesta segunda-feira.

Renato já sinalizou a intenção de seguir o trabalho no Grêmio, mas cobrou mais investimentos da direção recentemente. O técnico está desde setembro de 2016 no comando do clube e conquistou a Copa do Brasil daquele ano, a Libertadores em 2017, a Recopa em 2018 e os últimos três campeonatos gaúchos.



Veja também