Cristina Vega Rhor / AFP

Juliano Fontana, auxiliar técnico da comissão do treinador Alexandre Guimarães, esteve recentemente no América de Cali e Atlético Nacional. O gaúcho trabalhou nas últimas três temporadas no futebol colombiano e destacou as qualidades do novo reforço do Grêmio, Jaminton Campaz.

— Ele é um jogador que rende atrás do nove. Eu não sei como ele vai reagir às funções de fase defensiva, no Tolima ele não tinha essa função. O time jogava com dois volantes exatamente para fazer a função de marcação para ele. Ele vinha buscar a bola na linha central de campo e tinha liberdade. Caía pela esquerda, pela direita, entra bastante na área — disse o profissional em entrevista ao programa Domingo Esporte Show.

O assistente técnico também avaliou o estilo de jogo do atleta que deve desembarcar nesta segunda (16) em Porto Alegre. De acordo com ele, Campaz pode se encaixar muito bem no atual esquema 4-2-3-1 do Tricolor.

— O Campaz é um jogador que anda muito com a bola. Ele dificilmente perde a bola. Assim que abre o espaço, ele bate a gol. No Brasil, talvez o Scarpa seja parecido com ele, mas é diferente. Ele se movimenta muito. Mas para ele render o que rende no Tolima, ele precisa ter liberdade — comparou.

Juliano Fontana também destacou a personalidade do atleta. Segundo o auxiliar, o colombiano impressiona não apenas pelas habilidades técnicas, mas também pelo seu perfil mental.

— Ele é um jogador decisivo. Ele tem muita personalidade para a idade que ele tem. Ele não sente a pressão. Ele é diferente — destacou — Ele é muito adulto para a idade que ele tem. Aqui no Brasil a gente diria que ele é ‘gato’ (risos). Ele mandava no time do Tolima desde os 19 anos — completou.



Veja também