Ele fica: Grêmio barra saída de Bressan ao Vitória

Zagueiro entrou em campo nas duas últimas partidas da equipe

1 de junho de 2017 - Às 20:10
Foto: Eduardo Moura

Para quem estava de saída, Bressan até jogou muito nos últimos dias pelo Grêmio. E aí está a resposta: o defensor não sairá do Tricolor por ora. O clube gaúcho não liberou o atleta para o Vitória, que iniciou conversas para sua contratação, por conta do número de zagueiros disponíveis no elenco – a ideia é contar com cinco opções para Renato.

Nos dois últimos jogos, Bressan atuou 135 de um total de 180 minutos. Foi titular e capitão na equipe suplente na derrota para o Sport por 4 a 3, na Ilha do Retiro, no último domingo. Nesta quarta, entrou no intervalo na vitória por 2 a 0 do Grêmio sobre o Fluminense, nas oitavas da Copa do Brasil. Renato trocou a dupla de zaga no intervalo para preservar Geromel e Kannemann, com o jogo já encaminhado. No ano, são seis partidas disputadas.

A negociação com o Vitória estava de certa forma encaminhada no fim da semana passada. O empresário Marcelo Lipatín até apontou a sexta-feira como prazo para a negociação tomar uma definição. O que não ocorreu. Outra situação também influencia: o diretor Sinval Vieira deixou o clube baiano recentemente. Ele era o responsável por comandar as negociações do rubro-negro.

O Grêmio, assim, fica com cinco opções para a zaga. Bressan, apesar da resistência da torcida, tem apoio do técnico Renato, que o comandou em sua passagem anterior pelo clube, em 2013. Está na frente, por exemplo, de Bruno Rodrigo, que tem sido a última alternativa para o setor e entrou em campo em duas oportunidades – até pelo longo período afastado dos jogos no início de 2017. O vínculo de Bressan vai até o fim desta temporada.



Veja também