Foto: Eduardo Moura

Com o término do Mundial de Clubes, o Grêmio inicia um período de busca de reforços para 2018, mas também de assédio de outras equipes pelos jogadores tricampeões da América. Em Minas Gerais, a informação que surge é do interesse do Cruzeiro em Edílson. No retorno da delegação gremista a Porto Alegre nesta segunda-feira, o lateral comentou o assunto.

Edílson evitou confirmar ter sido procurado pelo Cruzeiro, mas ressaltou que propostas serão tratadas diretamente com seu empresário. Ele ainda garantiu que se sente em casa no Grêmio. “É normal que cheguem propostas, não apenas para mim, mas para outros jogadores. Estou bem tranquilo quanto a isso. Estou feliz no Grêmio, me sinto em casa e deixo isso para o meu empresário”, afirmou Edílson, que tem mais um ano e meio de contrato com o Grêmio.

Sobre a recepção da torcida, Edílson afirmou que é uma prova do reconhecimento da torcida pelo ano do Grêmio. “Mesmo a gente não ter conquistado o Mundial, que sabia que era difícil,  procuramos disputar a competição da melhor forma. Isso nos deixa tranquilos. É bacana, é digno. Foi um trabalho bem feito durante o ano. Estamos felizes pelo reconhecimento deles”, analisou.

Cerca de 300 torcedores foram ao aeroporto Salgado Filho no começo da tarde desta segunda-feira recepcionar a delegação do Grêmio. Nem todos os jogadores retornaram para Porto Alegre. Como estão de férias, alguns optaram por ir direto para outras cidades. O técnico Renato Portaluppi, por exemplo, desembarcou no Rio de Janeiro na noite desse domingo.



Veja também