A tarde desta quarta-feira do Grêmio começou com a apresentação de Edilson, velho conhecido da torcida. Já nas suas primeiras palavras, o lateral fez questão de abraçar a tarefa de conduzir o vestiário, afirmou que pretende injetar “indignação” e disse que sonha em trazer o clube de volta à primeira divisão.

Edilson chega para sua terceira passagem no Tricolor e vestirá a camisa 33. O discurso e a postura do jogador foram ao encontro do desejo da direção gremista, de agregar ao elenco jogadores experientes, que ajudem os mais jovens e com história vitoriosa no vestiário da Arena.

– Acredito que posso agregar muito. Primeiro que em todos clubes que passei sempre tentei fazer meu melhor e ter uma indignação de não aceitar as derrotas e mostrar o caminho para os mais jovens que você só se sobressai em um clube grande como o Grêmio se for vencedor – manifestou o atleta.

Edilson é apresentado no Grêmio  — Foto: João Victor Teixeira/ge.globo

Edilson é apresentado no Grêmio — Foto: João Victor Teixeira/ge.globo

Edilson conquistou com o Avaí a vaga para a primeira divisão na temporada passada. Pelo time catarinense, disputou 44 partidas, marcou quatro gols e deu três assistências. De volta ao clube gaúcho, destacou a importância da união no vestiário para buscar esse objetivo.

– Nos abraçar, tentar resgatar todos os jogadores. Esse é o grande momento para a temporada, desde os mais jovens aos mais experientes, de você estar junto com todo mundo a todo momento, porque só assim o Grêmio vai subir para a Série A. E nos unir em um proposito só, que é ver o Grêmio bem na primeira divisão – reforçou o jogador.É um projeto e um sonho meu colocar o Grêmio onde nunca deveria ter saído.— Edilson, lateral-direito do Grêmio

Com as inscrições do Campeonato Gaúcho já encerradas, o reforço tricolor não fica à disposição para o estadual. Portanto, sua estreia está marcada a partir de abril, quando o Grêmio inicia a trajetória na Série B.

Edílson recebe camisa 33 no Grêmio — Foto: João Victor Teixeira

Edílson recebe camisa 33 no Grêmio — Foto: João Victor Teixeira

A identificação de Edilson com o Grêmio foi fundamental para hoje estar vestindo de volta o camisa tricolor. A motivação do atleta se evidencia ao expressar sua vontade de já concentrar com o grupo de jogadores, mesmo que não possa entrar em campo no Gre-Nal.

– É um time grande, acostumado a brigar por títulos, que é um dos maiores times do Brasil e da América do Sul. Com torcedores, diretoria e nosso grupo, tenho certeza que podemos juntos fazer um Grêmio vencedor esse ano e colocar ele de onde nunca deveria ter saído – disse o jogador.

Na terça-feira Edilson já correu no gramado do CT Luiz Carvalho e já se junta ao elenco de jogadores para o Gre-Nal do próximo sábado. Nesta quarta-feira o Grêmio fechou o treino para o acesso dos veículos de imprensa.

O lateral chega para disputar vaga com Orejuela no lado direito do Grêmio. O colombiano ainda não conseguiu se afirmar na equipe e perdeu a vaga para o zagueiro Rodrigues na última rodada.



Veja também