Duda Kroeff defende montagem do grupo do Grêmio

Questionado sobre atuações ruins de alguns jogadores, dirigente citou que até Messi pode não dar certo em um clube novo

28 de outubro de 2019 - Às 06:02
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O vice-presidente de futebol do Grêmio, Duda Kroeff, fez coro ao técnico Renato Portaluppi na defesa do grupo de jogadores. Ele concedeu entrevista neste domingo, após a vitória tricolor sobre o Botafogo, na Arena. 

Questionado sobre o desempenho de André, Duda citou que mesmo contratar um jogador como Messi não é uma garantia de desempenho. “Nas contratações, sempre, pode contratar que for, pode contratar o Messi. Ele vai mudar de ambiente e chance de dar certo ou errado é de 50%, sempre”, disse ele, atribuindo a porcentagem ao ex-dirigente, já falecido, Antônio Carlos Verardi.

“As contratações têm que ser feitas com critérios. Você contrata o André, por quê? Pelo passado dele. Ele tem um histórico, o Tardelli também. Todos eles. 
Aí ele pode chegar aqui e não render aquilo que a gente espera, como é o caso do André. Eu espero mais dele. Eu sei que ele pode render mais. Mas dá pra considerar a contratação errada? Não. Errado é contratar um jogador que não rende nada em clube nenhum. Aí sim é uma contratação errada”, argumentou.

Duda voltou a frisar que o momento do Grêmio é de retomada para estar na Libertadores do ano que vem. “Queremos estar na semifinal”, ressaltou ele, destacando que o time alcançou, neste ano, a terceira semifinal da Libertadores consecutiva. 

Sobre a derrota para o Flamengo, Duda reafirmou que o resultado foi “normal”, ainda que “incomum”. “Para mim não houve vexame. No futebol, às vezes acontece uma goleada para algum dos lados.”



Veja também