Douglas diz estar contando os dias para voltar a jogar pelo Grêmio

Camisa 10 diz que vai seguir à risca tratamento e que parte "mais dolorida" já passou

27 de fevereiro de 2017 - Às 06:25
Foto: Reprodução

Desde o dia 13 de fevereiro, quando foi submetido a cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, Douglas faz uma contagem regressiva para voltar a campo. Apesar de o prazo mínimo de recuperação estimado pelos médicos do Grêmio ser de seis meses, o meia se esforça diariamente para superar logo mais esse adversário.

– A primeira parte (do pós-operatório) foi a mais dolorida, mas agora é seguir todo tratamento à risca. Todo o staff que está me acompanhando é muito competente e vou me dedicar intensamente – diz o jogador.

Apoio para encarar o período longe dos gramados não está faltando. No último sábado, Douglas completou 35 anos e ganhou uma festa surpresa de amigos e familiares. Parentes vieram de Criciúma para desejar uma boa recuperação ao maestro tricolor.

Depois, durante a semana, o meia teve o contrato com o patrocinador particular renovado até o final de 2018. Tudo para dar ao jogador a tranquilidade necessária para se dedicar à fisioterapia – e aos jogos do Grêmio.

– De fora, acompanho e estou torcendo para todos os meus companheiros. Estou contando os dias para voltar – afirma.

Como Douglas se lesionou

O camisa 10 gremista se machucou em uma dividida com o atacante Tilica, 21 anos, durante treino no dia 8 de fevereiro no CT Luiz Carvalho. Na hora, caiu no gramado reclamando de fortes dores, foi atendido e rumou para o vestiário sem conseguir apoiar a perna no chão.

– O lance é como se fosse uma falta do Douglas no Tilica. O Douglas foi chegar para tirar a bola e, como o Tilica é rápido, deu o tapa antes. A perna do Douglas estava no ar e a outra perna do Tilica bateu. Aí o impacto foi muito forte e fez com que acontecesse a lesão. É bom esclarecer que o Tilica não teve culpa alguma – comentou o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira.

Inicialmente, o médico Paulo Rabaldo indicou que seria apenas um trauma. Exames posteriores, porém, confirmaram o rompimento do ligamento.

Fonte: Globoesporte



Veja também