Após 15 jogos, Douglas Costa marcou seu primeiro gol com a camisa do Grêmio na noite deste domingo contra o Sport. E foi um golaço. Mas não foi o suficiente para evitar a derrota em plena Arena por 2 a 1, resultado que mantém o Tricolor na zona de rebaixamento do Brasileirão por mais uma rodada.

Na saída de campo, o camisa 10 nem comemorou muito o gol anotado no segundo tempo e reconheceu que a fase do time não é boa. Na avaliação do atacante, faltou paciência ao time, que se jogou ao ataque em busca do gol e cedeu espaços ao rival.

– O gol apareceu, mas em um momento difícil para nós. Fico triste pela paciência que a gente não teve no jogo, até porque a gente tentou martelar o jogo inteiro, não fizemos o gol, sofremos o primeiro, sofremos o segundo… Isso fez com que a gente saísse mais e mais e acabamos ficando expostos – avaliou.

Questionado sobre as dificuldades do time, que mais uma vez não jogou bem, Douglas Costa citou o entrosamento. Mas apesar da situação difícil na tabela, afirmou que acredita que o Grêmio pode sair dessa situação.

– Uma série de fatores. Tem muitos jogadores nossos se conhecendo. Eu, propriamente, acabo me cobrando bastante e vou continuar assim até o fim. Futebol é uma coisa extraordinária que na próxima quarta-feira a gente tem que vir aqui e ganhar e provar que a gente é capaz de sair desse situação – afirmou.

Uma vitória simples faria o Grêmio sair do Z-4, onde está desde a segunda rodada. O time segue em 18º lugar, com 22 pontos, a um do Bahia, que ainda não entrou em campo na rodada. O próximo adversário será o Cuiabá, quarta-feira, novamente na Arena.

Douglas Costa comemora primeiro gol pelo Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Douglas Costa comemora primeiro gol pelo Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio



Veja também