Dirigente diz que Renato foi decisivo e Grêmio quer mantê-lo em 2017

Adalberto Preis ressaltou que grupo colheu os frutos do trabalho dos dois últimos treinadores

8 de dezembro de 2016 - Às 12:09
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

Depois de 15 anos sem uma conquista expressiva, o Grêmio sagrou-se campeão da Copa do Brasil de 2016. O Tricolor empatou com o Atlético-MG em 1 a 1 nessa quarta e levantou a primeira taça da Arena. A direção gremista exaltou o trabalho feito pelo técnico Renato Portaluppi e ressaltou que o grupo “colheu os frutos” conquistando a competição nacional. O vice de futebol, Adalberto Preis, destacou que o atual treinador aprimorou o que o ex-comandante Roger Machado fez no clube.

“O trabalho de continuidade está aí, estamos colhendo os frutos. Aproveitamos o que já tinha de bom e aprimoramos algumas dificuldades”, disse Preis. “O Renato trouxe o trabalho de mentalidade de campeão a partir das lições que tiramos nos anos anteriores. Muitas vezes jogando bem o Grêmio acabava não conquistando títulos. Todos têm muita importância nisso, mas o Renato foi decisivo”, completou.

O clube pensa em manter Portaluppi para o ano de 2017. “Já começamos a conversar com o Renato, há um desejo comum. Não falamos de dinheiro, mas a partir de amanhã vamos começar a organizar isso. Ele teve uma importância decisiva para a conquista deste campeonato”, destacou Preis.

No pós-jogo, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr, disse estar orgulhoso de sua equipe. “Conquistamos um título importante, espero que venham outros. O que mais orgulha tudo isso é ver o estádio todo comemorando e a torcida faceira. Dá gosto de ver. No futebol se trabalha muito e quando acontece isso tudo está justificado”, finalizou.



Veja também