Direção do Grêmio se mostra tranquila em relação ao ‘grupo da morte’

Para a diretoria do Grêmio, nenhum grupo será fácil e o clube tem se capacitado para a disputa

25 de dezembro de 2015 - Às 09:29
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Grêmio ficou no Grupo 6 da Copa Libertadores, elencado como o grupo da morte por conter 3 campeões além de um clube mexicano. Mas, para a diretoria do Grêmio, nada de desespero, pois o Grêmio tem se capacitado, serão confrontos de igual para igual e nenhum grupo será fácil.

– Para nós está claro que se trata de um grupo de alto nível. Há times que foram vencedores da Libertadores, como o Grêmio. Estamos muito tranquilos em relação a isso, o Grêmio tem se capacitado para disputar de igual para igual com essas equipes. Não acredito que vá existir facilidade em algum grupo da Libertadores – analisa Rui Costa.

César Pacheco também mostrou confiança no trabalho do técnico Roger:
– Acho que não existe grupo da morte. O do Palmeiras é difícil. Me parece haver uma facilidade maior para a chave do Corinthians. Vamos trabalhar com seriedade. Temos certeza que o Roger vai mostrar seu trabalho em nível sul-americano – destaca Pacheco, em contato com a Rádio Gaúcha.



Veja também