Em contato com o repórter Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba, no final da tarde desta sexta-feira, o vice-presidente de Futebol, Marcos Hermann, reiterou que o Grêmio conversou com o goleiro Paulo Victor e decidiu que ele irá cumprir seu contrato até o final do ano que vem na Arena. De acordo com o dirigente, o arqueiro – antes fora dos planos – conta com a aprovação de Tiago Nunes e será uma opção experiente para atuar em eventuais ausências do titular Brenno, que hoje está com a Seleção Olímpica.

Hermann explicou que durante o dialógo com o goleiro, o jogador pontuou a insatisfação da torcida com suas atuações, mas lhe garantiu que tem a confiança da comissão técnica e receberá chances. Por isso, ele deve ganhar sequência na ausência do titular e o elenco gremista ficará com quatro opções para a posição: Brenno, Paulo Victor, Chapecó e Adriel.

A saída de Paulo Victor era admitida desde o começo da temporada. O atleta chegou a estar próximo de deixar Porto Alegre para o futebol paraguaio, mas não existiu acerto salarial com o Cerro Porteño. Nos últimos dias, a direção gremista, ao analisar o mercado, não identificou goleiros disponíveis com experiência superiores ao atual membro do elenco.

A expectativa é de que ele seja titular na partida de volta contra o Brasiliense pela Copa do Brasil, na quinta-feira, e siga sendo utilizado em outros jogos.

No jogo de domingo, contra o Santa Cruz, pela decisão da Recopa Gaúcha, o jovem Gabriel Chapecó deve ser o dono da posição.



Veja também