Direção do Grêmio cobra evolução do time

20 de julho de 2014 - Às 12:35
O Grêmio voltou a vencer após quatro jogos. Porém, venceu mas não convenceu. 
Durante boa parte do segundo tempo, ficou com um jogador a mais em campo diante do Figueirense, mas abdicou de atacar e correu riscos até o fim da partida, sendo que poderia ter resolvido muito antes.
O assessor de futebol Marcos Chitolina foi claro: cobrou a melhoria do time de Enderson Moreira.
No comentário dele, a palavra que mais destacou foi de “apatia” do clube, principalmente na etapa final com um homem a mais em campo.
Chitolina valorizou os três pontos, porém disse que haverá cobrança para melhora do time:
– Claro que temos que valorizar os três pontos. Na quarta, fizemos um jogo melhor, tivemos cinco chances, no mínimo, contra o Goiás. Hoje, não fizemos uma grande partida, mas vencemos. O que é melhor? Nós precisamos melhorar. Não podemos ter essa apatia que tivemos com um jogador a mais. O Grêmio deveria ter feito outra situação de jogo, não se recolher em seu campo e oferecer perigo. Poderia ter tocado a bola para não sofrer pressão. Temos uma semana para tratar sobre isto: por que a equipe se recolheu depois de ficar com um homem a mais? 
O técnico Enderson, no final da partida em entrevista coletiva, admitiu a queda de rendimento do time.


Veja também