Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

O Grêmio venceu o Inter por 3 a 0 na tarde deste sábado, no Beira-Rio, pelo jogo de ida da semifinal do Campeonato Gaúcho. Elias abriu o placar e Bitello ampliou ainda no primeiro tempo. No segundo, Diego Souza fechou o placar da vitória tricolor em cobrança de pênalti.

Após a partida, o centroavante falou sobre a recuperação para jogar o clássico e pediu apoio da torcida para o jogo da volta. De dúvida, ele foi um dos personagens do clássico ao marcar o seu quarto gol em clássicos Gre-Nais, todos eles marcados no Beira-Rio. Foi a primeira partida do camisa 29 desde a lesão muscular na coxa que o tirou dos últimos jogos.

– Primeiramente quero agradecer a Deus e meus companheiros, porque sabíamos da responsabilidade da partida e tive que fazer um esforço grande para estar aqui. Quero agradecer a fisioterapia, trabalhamos forte dois turnos longos e fico feliz de jogar aqui, fazer gol e ajudar minha equipe – agradeceu o jogador.

Com a vitória por 3 a 0, o Tricolor encaminhou a classificação para a final do Campeonato Gaúcho, rumo ao pentacampeonato do estadual. A última lembrança do Grêmio em clássico não era boa com a derrota por 1 a 0 na fase classificatória, mas o centroavante tratou de garantir que a atuação de hoje é o padrão da equipe.

– Não tem nada resolvido, temos uma boa vantagem. Mas essa equipe do Grêmio que jogou hoje aqui é a verdadeira equipe do Grêmio. Sabemos da responsabilidade de vestir essa camisa e essa atuação hoje aqui não é nada do que o normal – afirmou o centroavante, antes de ser questionado sobre o tamanho da vantagem do Grêmio.

– A vantagem é muito boa, mas não tem nada resolvido. Queremos a Arena bem cheia para sacramentar a classificação que será muito importante para a gente. Eu acho que a gente trabalhou muito. O jogo mais importante para essa camisa é o Gre-Nal. Estou sendo feliz nesses jogos e estou muito feliz de estar vestindo essa camisa – acrescentou.

O Grêmio volta a campo na próxima quarta-feira, dia 23, quando recebe o Inter na Arena pelo jogo de volta. O Tricolor pode perder por até dois gols de diferença que avança para a final do Gauchão. A bola rola às 22h15, com transmissão da RBS TV.



Veja também