Foto: Gabriel Girardon / ge

O centroavante Diego Souza concedeu entrevista na tarde desta sexta-feira no CT Luiz Carvalho. No domingo, o Grêmio enfrenta o Bahia, às 16h, na Arena Fonte Nova, pela 16ª rodada da Série B, em mais um confronto direto dentro do G-4. Neste momento, as duas equipes estão separadas por três pontos na tabela.

O encontro com o Bahia será o primeiro após partida pela Série A do ano passado, quando o Grêmio perdeu por 3 a 1 fora de casa, pela 36ª rodada. A derrota praticamente decretou o rebaixamento do clube, que seria confirmado apenas na última rodada.

Diego Souza é um dos remanescentes daquele jogo em Salvador. O centroavante entrou no segundo tempo, no lugar de Kannemann, outro que permanece no clube. Para o confronto desse domingo, porém, o camisa 29 minimizou o histórico recente.

– Águas passadas, não interfere em nada, grupo quase novo para jogar esse jogo. Fase totalmente diferente, temos objetivo diferente. Queremos buscar quem está na nossa frente, ganhando muda de vez o pensamento de só G-4 para ir em busca de algo diferente, que é o titulo – ressaltou o centroavante.

Na quarta posição da Série B, com 25 pontos, o time gaúcho empata em pontuação com o rival baiano, mas se vencer seguirá atrás por ter atualmente três vitórias a menos, o primeiro critério de desempate.

Ainda assim, um resultado positivo consolida o time ainda mais na zona de acesso à Série A. A depender de outros resultados, o Grêmio pode abrir até sete pontos de vantagem para o quinto colocado.

– Jogo muito difícil, Bahia é time jovem, com bons jogadores, mas sempre falo, é o Grêmio, tem que ter atitude independente de onde jogar. Sabemos da importância, nos concretiza real no G-4, onde pode abrir mais pontos. Temos que ter na cabeça que chegamos de vez no G-4 e no campeonato – afirmou Diego Souza.

O Grêmio vem de nove partidas de invencibilidade na Série B, e 10 se contar a Recopa Gaúcha. Agora, tem o desafio de enfrentar mais um adversário do topo da tabela, o último neste primeiro turno.



Veja também