Se havia certa desconfiança na chegada, hoje existe a certeza do bom resultado. Diego Souza é o artilheiro do Grêmio no ano, mas tem chance de atingir os melhores números de um centroavante nos últimos seis anos pelo clube.

Com 18 gols, Diego igualou os gols marcados por Lucas Barrios em 2017. Desde então, nenhum camisa 9 chegou perto da marca. Everton Cebolinha, um ponta esquerda, assumiu a artilharia da equipe em 2018 e 2019, com 19 e 20 gols, respectivamente.

Porém, ainda há três meses de temporada pela frente. Existe a chance de Diego Souza se tornar o artilheiro com mais gols desde Barcos, que fez 29 em 2014.

Os últimos artilheiros do Grêmio

  • 2019 – Everton – 20 gols
  • 2018 – Everton – 19 gols
  • 2017 – Barrios e Luan – 18 gols
  • 2016 – Luan e Pedro Rocha – 12 gols
  • 2015 – Luan – 18 gols
  • 2014 – Barcos – 29 gols

Na carreira de Diego, os números também são expressivos. No Sport, anotou 21 gols em 2017, sua melhor marca nos últimos anos. Em 2016, quando passou por Fluminense e Leão, foram 19. Na temporada anterior, também pelo time pernambucano, somou 17.

Desde a chegada de Churín ao Grêmio, Diego Souza passou a ter um concorrente direto pela posição. E também se manteve decisivo nos placares. Foram quatro gols marcados e uma assistência desde a estreia do companheiro.

— Quando preciso do Diego, nos ajuda com gols e jogadas. Da mesma forma, o Churín. Não é problema de sombra, mas é importante ter dois jogadores em todas posições justamente para não ter somente um e esse jogador não se acomodar — comentou o técnico Renato Portaluppi.

Diego Souza comemora um dos gols contra o Cuiabá, pela Copa do Brasil — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Diego Souza comemora um dos gols contra o Cuiabá, pela Copa do Brasil — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Aliás, no ano, Diego Souza também tem encontrado passes para os colegas. São seis assistências até o momento, só atrás de Alisson, o líder no fundamento com sete.

O Grêmio precisará dos gols do centroavante na quinta-feira, contra o Guaraní, no Paraguai, no primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores. O elenco treina na tarde desta quarta em Assunção.



Veja também