Lucas Uebel / Divulgação / Grêmio

Diego Souza é o artilheiro do Gauchão 2020. O atacante do Grêmio balançou as redes mais uma vez no último domingo (26), no empate contra o Ypiranga. Autor de seis gols no campeonato estadual, o jogador tratou de exaltar seus companheiros de time, que criam oportunidades para que ele possa perturbar os goleiros adversários.

– Fico muito feliz por isso. Para a minha função, é muito importante. É sinal de que eu estou ajudando da maneira que tenho que ajudar. Eu jogo em um dos melhores times do país, senão o melhor. Eu sou privilegiado. Tenho companheiros de muita qualidade do meu lado, que fazem com que a bola chegue e eu tenha as oportunidades que muitos gostariam de ter. Eu vou trabalhar e me empenhar muito. Assim que as oportunidades aparecerem, eu quero estar à disposição sempre. A minha meta é essa, fazer gol sempre – destacou, em entrevista coletiva virtual nesta segunda-feira (27), após treinamento no CT Luiz Carvalho.

De acordo com o centroavante, Renato Portaluppi cobra muito para que o Tricolor preencha a área dos adversários. Segundo o treinador, ainda é preciso ocupar este setor para melhorar o desempenho gremista. No entanto, Diego Souza ressaltou a dificuldade de enfrentar equipes que atuam mais recuadas. 

– É muito difícil jogar contra equipes que se propõe a ficar atrás, só no contra-ataque. Ainda mais com quatro meses de parada. Esse vírus atrapalhou muito. A gente trabalhou 90% do tempo em grupos pequenos e não conseguia fazer o que realmente precisava. A sorte é que nossa equipe é muito qualificada e já se conhece há algum tempo. O nosso treinador também tem muita confiança e sabedoria. Isso facilita um pouco. No nosso segundo jogo, tivemos um pouco de dificuldade, mas tivemos muitas situações de gol. O Renato cobra muito dos atacantes e meias que ficam ao meu redor para que preencham a área. Fisicamente, estamos bem. Temos corrido bastante e nos dedicado muito. Mas o último passe, a jogada individual, a parte técnica vão aumentando gradualmente. É apenas o segundo jogo e está tudo sob controle, caminhando da maneira esperada. Tenho certeza que os próximos jogos serão melhores – analisou.

Para o duelo contra o Novo Hamburgo, na 6ª rodada da Taça Francisco Noveletto Neto, Renato escalará um time reserva. Por hora, o atacante do Grêmio ficará de fora do jogo. Mas ele tratou de destacar o revezamento de atletas. Afinal, em uma temporada atípica, o grupo estar em um ritmo semelhante pode ser um diferencial no futuro:

– Vantagem terá quem conseguir fazer com o que seu grupo tenha jogadores de qualidade à disposição, onde todo mundo se sinta importante para o treinador fazer o seu melhor trabalho. Com essa maratona de jogos, por mais que você tenha cinco substituições, vai faltar. Quanto mais jogos você tiver, mais rodagem tiver o nosso grupo, melhor. Quem conseguir fazer isso, vai ter vantagem, vai estar todo mundo em forma e ritmo de jogo.



Veja também