Foto: Lucas Bubols

A chegada de Diego Souza ao Grêmio, nesta terça-feira (28), foi mais discreta do que a de Thiago Neves. O atacante de 34 anos, assim como o meia, desembarcou em Porto Alegre e poucas horas depois já foi apresentado oficialmente pelo clube. Na sala de imprensa do CT Luiz Carvalho, logo após a fala do novo meia gremista, o atacante conversou com os jornalistas e tratou de minimizar as críticas em relação à idade dos novos reforços gremistas.

— A idade não importa, o que importa é o que você vai produzir. Eu chego muito feliz, estou radiante com a oportunidade, quero muito trabalhar e estar em campo o mais rapidamente possível — afirmou Diego Souza.

Novo dono da camisa 29, Diego foi apresentado pelo clube ao lado do presidente Romildo Bolzan e reafirmou a gratidão por estar novamente servindo às cores gremistas — teve passagem pelo Tricolor em 2007.

— Volto (ao Grêmio) com a mesma motivação, com um sentimento maravilhoso de poder ajudar da melhor maneira possível. A gente só consegue responder dentro de campo, eu posso falar o for aqui, mas é dentro de campo que a gente mostra nosso valor. Estou mais ansioso do que nunca para entrar em campo e servir ao Grêmio da melhor maneira possível — declarou.

Os 13 anos que separam as duas passagens de Diego Souza pelo Grêmio mostram a volta de um jogador diferente dentro de campo. De acordo com o jogador, seu posicionamento mudou muito desde 2007.

— Eu mudei bastante em relação ao jogador que eu era em 2007. Cada vez mais jogando mais pra frente. Mas com as características que o Grêmio tem de movimentação e posse de bola. Sou um jogador que gosta de passar e tabelar, eu posso ajudar muito sim — disse.

O atacante chega com contrato até 31 de dezembro e vestirá a camisa 29. A partir desta quarta-feira (29), Diego Souza fará exames e começará um trabalho especial para recuperar o tempo perdido da pré-temporada e poder ser integrado ao restante do grupo o mais rápido possível.



Veja também