O Grêmio entra em campo contra o Inter no próximo domingo, no Beira-Rio, pela 32ª rodada do Brasileirão, escoltado pelos 11 jogos de invencibilidade em Gre-Nais. Só que o retrospecto não joga, segundo Diego Souza. O centroavante crê que a partida será vencida por quem souber usar melhor as características.

Da mesma forma que defende sua equipe alheia ao jejum de vitórias coloradas no clássico, Diego entende que a motivação do rival tem pouco valor. Para ele, o importante é honrar a camisa tricolor para vencer e seguir na luta pelo título brasileiro.

– O que eles pensam sobre o clássico, para a gente, não importa muito. Importa o que a gente vive, desempenha, trabalha para jogar esses jogos. Temos uma invencibilidade de 11 jogos difíceis. Mas não pensamos nisso em momento algum. Pensamos em fazer nosso melhor e honrar bem essa camisa, que é pesada. Ainda mais nesse momento da competição, que uma vitória nos coloca sem dúvida na briga pelo título – destacou o atacante em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Diego Souza em treino do Grêmio nesta sexta — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Diego Souza em treino do Grêmio nesta sexta — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Além de manter o histórico recente sem derrotas para o Inter, os gremistas veem adiante. Uma vitória sobre um dos concorrentes à taça também serve para dar o impulso que falta na tabela. Ainda mais que o Tricolor terá o jogo atrasado contra o Flamengo na próxima quinta-feira.

– Não tem motivação maior do que chegar na casa do adversário, brigar pela vitória e pela competição. Nosso objetivo é sem dúvida buscar uma vitória, que a gente tem um jogo a menos. Quinta-feira é outra história, mas tudo começa pelo domingo. Se tivermos essa vitória, emplacamos de vez na busca pelo título – reforçou Diego Souza.

O Gre-Nal 429 está marcado para as 16h de domingo, no Beira-Rio, pela 32ª rodada do Brasileirão. O Grêmio é o sexto colocado, com 51 pontos. O Inter lidera, com 59.



Veja também