A declaração de Alisson em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, véspera do confronto do Grêmio contra a Universidad Católica, pela Libertadores, não repercutiu bem entre os torcedores. Ao tratar o calendário do futebol brasileiro como “desumano”, o atacante despertou a ira até mesmo de tricolores nas redes sociais (confira abaixo).

Na maioria das manifestações, os internautas citam as dificuldades de trabalho e renda no país, com cerca de 13 milhões de desempregados, ainda mais em tempos de pandemia do novo coronavírus.

“O que a gente vem passando é desumano, jogando a cada três dias, sem tempo para descansar, ficar com a família, esfriar a cabeça” (Alisson, atacante do Grêmio)

Alisson, do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Alisson, do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Entre os assuntos levantados, também houve comparações com os salários dos jogadores, o tempo e os cuidados dos clubes em todos os departamentos para dar o maior suporte possível. Uma declaração do atacante Léo Jabá, ex-Corinthians, sobre o significado da pressão no futebol veio novamente à tona.

REAÇÕES:



Veja também