Após a derrota no Gre-Nal, o vice-presidente de futebol do Grêmio, Denis Abrahão, novamente foi aos microfones para explicar a delicada situação do time na tabela – 19°, com 26 pontos. Em sua avaliação, o Tricolor precisa reagir e tem condições de escapar do Z4 e fazer seis vitórias nos próximos nove jogos.

“Temos nove jogos e temos que fazer seis vitórias. Se nós não tivessemos criado oportunidades, eu estaria preocupado. Meu discurso não vai mudar. Enquanto tiver vida, eu vou acreditar. Eu acredito, pois vejo o trabalho que está sendo feito dentro do clube. Acompanho os treinamentos”, explicou. “Dependemos somente de nós, apesar de todos os contra-tempos, eu confio. Confio no trabalho sério que estamos desenvolvendo e nos atletas, que lutam o tempo todo”, acrescentou.

O dirigente foi na mesma linha do técnico Vagner Mancini e projetou mudanças dentro do clube. “Devemos ter uma conversa muito séria. Para ter mudanças de planos. Só não muda de opinião, quem não tem. Quem tem opinião, muda. Essa situação do Grêmio no Brasileirão, só depende de nós”, pontuou. Dentro do campo, Abrahão defendeu que o resultado foi justo, apesar das chances criadas pelo time gremista.



Veja também