Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

O atacante Luciano terminou 2019 em alta. Na reta final do Campeonato Brasileiro, o jogador, que chegou na metade do ano passado ao Grêmio, ganhou mais oportunidades do técnico Renato Portaluppi e assumiu posição de titularidade no setor ofensivo. Em 2020, Luciano planeja um desempenho melhor, com mais entrosamento graças à pré-temporada, iniciada na semana passada. Contudo, avalia que as atividades serão afetadas pela demissão de sete funcionários do clube ligados ao departamente do futebol. “Vínhamos num ritmo, mas temos que deixar eles de lado. Daqui alguns dias o campeonato já começa e a gente tem que assimilar o quanto antes isso. Como profissionais, sabemos que é o mundo do futebol e isso acontece”, comentou.

O atleta disse que a notícia foi uma surpresa para o grupo. “Estávamos no hotel esperando para treinar e recebemos a notícia. Ainda não conversamos. A pré-temporada está boa, mas são coisas do futebol”. Luciano disse que são profissionais excelentes, mas frisou que demissões acontecem. “O Grêmio viu que tinha que mudar e mudou. Agora é seguir trabalhando”, falou, avaliando que as atividades estão sendo muito boas, com foco nas partes física e técnica.

O atacante ainda ressaltou que, quando acertou sua transferência para o Tricolor, ficou um tempo sem jogar, sendo alternativa. Com a pré-temporada, espera fazer “um grande ano outra vez para ajudar o Grêmio a ganhar títulos”. “Minha projeção é fazer muitos gols e dar alegria para os torcerdores, meus familiares e para o clube”. Questionado sobre onde projeta atuar, afirmou que se sente à vontade jogando como 9. 

Tardelli

Ao ser perguntado sobre a possibilidade de permanência do atacante Diego Tardelli no clube para a temporada, Luciano disse que eles não conversam sobre o assunto. “Mas tenho certeza que todos os jogadores que estão treinando têm a vontade de jogar e vestir a camisa do Grêmio. Acho que ele quer sim e está trabalhando para nos ajudar”, opiniou.



Veja também