Foto: Lucas Uebel

O Grêmio visitou o Atlético-PR na noite desta quinta-feira na Arena da Baixada em Curitiba em partida válida pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil e venceu por 3 a 2, com gols de Pedro Rocha (2) e Everton. Como já havia vencido em Porto Alegre por 4 a 0, avançou sem dificuldades, com agregado de 7 a 2.

Na semifinal da Copa do Brasil, o Grêmio enfrentará o Cruzeiro.

Escalação inicial: Marcelo Grohe; Leonardo, Bressan, Kannemann e Marcelo Oliveira, Michel e Jailson; Ramiro, Fernandinho e Pedro Rocha; Luan.

PRIMEIRO TEMPO
O time do Atlético-PR iniciou a partida buscando pressionar o Grêmio, mas o Tricolor, já prevendo a tentativa de pressão do adversário, suportou bem e não deu espaços. No entanto, em uma jogada invididual de Nikão aos 15 minutos, o jogador cruzou rasteiro para a área após boa arrancada e Pablo apareceu para estufar as redes.

O Grêmio respondeu aos 26 minutos. Michel recebeu na entrada da área e achou Pedro Rocha na área que driblou a marcação e bateu no canto, a bola ainda tocou na trave antes de entrar. O gol gremista esfriou o ânimo da torcida e do time da casa.

Até o fim da etapa inicial, o Grêmio manteve maior posse de bola e controle da partida, sem sofrer pressão do adversário, que precisava de cinco gols.

SEGUNDO TEMPO
Na etapa final, o Atlético-PR tocava a bola no campo ofensivo, mas o Grêmio estava muito bem fechado e não dava qualquer espaço para o time paranaense e ainda assustava nos contra-ataques.

Em bola parada, aos 24 minutos, após levantamento e desvio de Bressan, a bola sobrou para Everton, que havia acabado de entrar, e o jovem atacante desviou deixando sua marca, virando o jogo.

O Atlético-PR tentou pressionar, mas foi o Grêmio que fez mais um. Aos 34, Everton puxou contra-ataque e deixou Pedro Rocha na cara do gol que driblou o goleiro e estufou as redes paranaenses.

No último lance, Felipe Gedoz cobrou falta e descontou para o Atlético-PR. Fim de jogo, vitória Gremista por 3 a 2



Veja também