Da teoria à prática: Grêmio intensifica treinos e quase iguala número de gols de cabeça de 2018

Tricolor usou a cabeça para conseguir últimos pontos no Brasileirão, com Luan e Pepê

23 de julho de 2019 - Às 06:29

Desde a chegada de Renato Gaúcho, especialmente, o Grêmio se notabilizou no Brasil como um dos times a melhor tratar a bola. Troca passes com precisão, sem pressa e ataca principalmente por baixo. Os últimos gols marcados pelo time, no entanto, apresentam uma nova faceta que tem sido trabalhada no dia a dia: a bola aérea.

Luan mal saiu do chão para completar de cabeça cruzamento de Juninho Capixaba no Gre-Nal do último sábado. Na rodada anterior do Brasileirão, Pepê deu a vitória sobre o Vasco ao voar sobre a marcação e colocar na rede o lançamento de Léo Moura.

Luan aproveitou cruzamento e fez gol de cabeça no Gre-Nal — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Luan aproveitou cruzamento e fez gol de cabeça no Gre-Nal — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio, pouco acostumado a levantar a bola na área, passa a forjar um novo caminho. Nesta temporada, são sete gols marcados pelo altoem um universo de 64. Em todo 2018, somou oito pelo mesmo meio.

Estão na conta apenas lances com a bola rolando. Cobranças de escanteio e bola parada, ou consequências disso, não entraram na contagem do GloboEsporte.com. Com apenas Felipe Vizeu ausente entre os atacantes, Renato Gaúcho crê que o aproveitamento ofensivo tende a melhorar. O meia Jean Pyerre comemora o desempenho:

– O professor manda a gente ir para a área. Quando estamos lá, ajudamos a equipe. É o exemplo do Luan: entrou na área e fez gol de cabeça, que não é uma coisa normal de se ver. Eu, quando entrei na área na Libertadores, fiz gol também – comenta o jovem sobre o gol marcado sobre o Rosario Central.

Gols de cabeça em 2019

  • Luan, no Gre-Nal, na 11ª rodada do Brasileiro
  • Pepê, sobre o Vasco, na 10ª rodada do Brasileiro (reveja abaixo)
  • Felipe Vizeu, 2 vezes contra o Juventude, na Copa do Brasil
  • Everton, contra o Fluminense, na 3ª rodada do Brasileiro
  • Marinho, contra o Veranópolis, na 8ª rodada do Gaúcho
  • Luan, contra o Avenida, na 6ª rodada do Gauchão
 

Jogada treinada

A jogada de passagem do lateral até a linha de fundo é bastante trabalhada quando Renato dá ênfase na construção ofensiva durante os treinamentos. A bola vem desde os volantes, troca de pés, mas geralmente acaba com os laterais para o cruzamento. Na área, estão três atletas para completar o lance.

Importante citar que nem sempre a bola vai pelo alto. E não são trabalhados somente levantamentos. Esse tipo de treino não é novo e já era feito por Renato em outros momentos. Entretanto, passou a ser mais constante nas últimas semanas.

Pepê cabeceia durante treino de cruzamentos do Grêmio — Foto: Lucas Uebel / Grêmio F.B.P.A.

Pepê cabeceia durante treino de cruzamentos do Grêmio — Foto: Lucas Uebel / Grêmio F.B.P.A.

A exemplo do que ocorreu nesta segunda-feira. Além de outras atividades ofensivas, os cruzamentos foram intensificados. Conhecedor da área como artilheiro nas décadas de 80 e 90, Renato tem por costume para dar suas dicas preciosas de atacante aos comandados nestes episódios.

O Grêmio volta a treinar na tarde desta terça-feira, com portões fechados, no CT Luiz Carvalho. Certamente mais uma maneira de Renato preparar novidades para o setor ofensivo. Na quinta, faz o primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores, na Arena, diante do Libertad. A partida está marcada para as 21h30.



Veja também