Se Pepê começa a ocupar o espaço que era de Everton no ataque do Grêmio, quem mais se destacou na vitória por 2 a 0 sobre a Universidad Católica, na noite de terça-feira, pelo Grupo E da Libertadores, foi Rodrigues. O zagueiro aproveitou a chance, deu solidez à defesa, se recuperou do desempenho no Chile contra o mesmo adversário e ainda mostrou a faceta artilheira.

O garoto de 22 anos foi a surpresa de Renato Portaluppi para o duelo na Arena. Acabou “beneficiado” pelos vetos à dupla de zaga titular Pedro Geromel e Kannemann por testar positivo para Covid-19.

A missão dada era quase uma segunda chance. Afinal, ele tinha sucumbido na derrota pelo mesmo placar contra os chilenos no San Carlos de Apoquindo, há duas semanas. Ficou vendido no cruzamento para o gol de Zampedri e não cortou o lançamento de Aued para Pinares.

Rodrigues comemora gol do Grêmio na Libertadores — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Rodrigues comemora gol do Grêmio na Libertadores — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Só que Rodrigues não se assustou. Na rodada anterior pela Libertadores, fez uma dupla segura ao lado de Kannemann durante a vitória no Gre-Nal. O mesmo foi possível identificar na noite desta terça. Porém, a força atrás dividiu espaço com o apoio ao ataque. E não se tratou de um lance fortuito.

Aos 11 minutos do segundo tempo, arrancou da defesa com a bola e lançou Pepê na esquerda. Foi para a área, recebeu a devolução, mas chutou fraco, mascado, para uma defesa tranquila de Dituro.

Seis minutos depois, a cena se repetiu. Em mais um contra-ataque gremista, Rodrigues se desprendeu da zaga e correu todo o campo para completar uma linda jogada de Alisson, desta vez pela direita. Um gol de oportunismo, de centroavante, posição que costumava desempenhar na adolescência.

“Quando tinha 15 anos, jogava na escolinha da minha cidade. Era centroavante. Com o decorrer do tempo, fui colocado como zagueiro. Vi que como centroavante não dava para mim. Não fazia gol!” (Rodrigues, em entrevista em junho)

– O que ele (Rodrigues) apresentou diante da Católica e do Inter foi fruto do trabalho. Tem muita humildade, procura sempre escutar os mais experientes. Trabalhou no dia a dia e esperou a oportunidade dele. O professor Renato pede para sempre estar preparado – afirmou David Braz, companheiro de zaga contra os chilenos.

A noite se desenhou tão inspirada para Rodrigues que ouviu até mesmo um ato profético do autor do outro gol. Em entrevista após a partida, Pepê revelou que havia brincado com o zagueiro antes do jogo que um dos dois seria o melhor em campo.

– Brincamos antes do jogo que seria ele ou eu o melhor no jogo. É um garoto que nos ajudará mais – contou Pepê, que acabou eleito pela Conmebol o destaque da partida.

O rendimento e o isolamento forçado de Geromel e Kannemann afiançam a sequência de Rodrigues. O garoto surge como potencial parceiro de Braz no Gre-Nal de sábado, na Arena, mesmo que no Brasileirão Paulo Miranda esteja à disposição.

Com os 2 a 0 sobre a Católica, o Grêmio soma 10 pontos, está em primeiro no Grupo E e classificado com uma rodada de antecedência às oitavas de final da Libertadores. No encerramento desta fase, recebe o América de Cali. A partida será disputada no dia 22 de outubro, na Arena.

Neste sábado, porém, há o Gre-Nal 428. O clássico válido pela 13ª rodada do Brasileirão ocorrerá às 17h, na Arena. O Tricolor é o 14º na Série A, com 13 pontos.



Veja também