Nesta quarta-feira (20), quando o Grêmio enfrentar o Pelotas pela última fase classificatória do Gauchão, não será Renato Portaluppi quem estará à beira do campo. A justificativa é que, enquanto o time reserva joga na Boca do Lobo, o treinador permanecerá em Porto Alegre, trabalhando os jogadores titulares no CT Luiz Carvalho. Curiosamente, neste ano, Renato já ficou de fora de um jogo do Grêmio na mesma cidade. Foi enquanto realizava o curso de treinadores da CBF, no Rio de Janeiro, e a equipe reserva, comandada pelo auxiliar Victor Hugo Signorelli, ficou no empate em 0 a 0 com o Brasil-Pel.

Desde que iniciou sua terceira passagem como técnico gremista, Renato se fez ausente em 13 partidas. Foram nove derrotas, três empates e apenas uma vitória. Um aproveitamento pífio de 15%. Além disso, foram 27 gols sofridos contra 13 marcados a seu favor.

A primeira vez que ele não comandou o Grêmio foi contra o Cruzeiro, pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil de 2016. Expulso contra o Palmeiras na fase anterior, o técnico assistiu à vitória tricolor por 2 a 0, que encaminhou a vaga à decisão contra o Atlético-MG. Seu substituto foi Alexandre Mendes. Naquele mesmo ano, ele também ficaria de fora nas derrotas contra Santa Cruz (por 5 a 1) e Botafogo (por 1 a 0), quando um time de suplentes foi escalado pelo Brasileirão. James Freitas foi o escolhido nestas duas ocasiões.

Em 2017, Renato ficou de fora de três jogos pela Primeira Liga. Na estreia, em Brasília, Alexandre Mendes foi o interino na derrota dos reservas diante do Flamengo. No empate com o Ceará e na eliminação para o Cruzeiro, Felipe Endres foi o treinador. Visando à Libertadores, os titulares também seriam preservados em duas rodadas do Brasileirão. Coube a César Bueno explicar as derrotas para o Santos, por 1 a 0, e para o Atlético-MG, por 4 a 3.

Bueno também seria responsável pela péssima largada do time de transição no Gauchão de 2018, que culminaria com sua demissão após empatar com o São Luiz, em Ijuí, e sofrer derrotas para o Caxias, Avenida e São José.

Confira os jogos do Grêmio sem Renato Portaluppi desde 2016:

Cruzeiro 0x2 Grêmio (Copa do Brasil 2016)
Santa Cruz 5×1 Grêmio (Brasileirão 2016)
Grêmio 0x1 Botafogo (Brasileirão 2016)
Flamengo 2×0 Grêmio (Primeira Liga 2017)
Grêmio 1×1 Ceará (Primeira Liga 2017)
Cruzeiro 2×0 Grêmio (Primeira Liga 2017)
Santos 1×0 Grêmio (Brasileirão 2017)
Atlético-MG 4×3 Grêmio (Brasileirão 2017)
São Luiz 1×1 Grêmio (Gauchão 2018)
Grêmio 3×5 Caxias (Gauchão 2018)
Avenida 3×2 Grêmio (Gauchão 2018)
São José 2×0 Grêmio (Gauchão 2018)
Brasil-Pel 0x0 Grêmio (Gauchão 2019)



Veja também