Foto: André Avila

Após dois jogos e a apreensão da torcida com o desperdício, o retorno de Diego Souza encerrou com exatamente 64 segundos a carência de gols do Grêmio na Série B. O centroavante teve atuação de luxo na tarde de quinta-feira (21), na Arena, e marcou três vezes na vitória por 3 a 1 sobre o Guarani. Um resultado construído também com participações importantes dos “estreantes” gremistas na competição. Biel como titular e Nicolas de volta após lesão muscular participaram com as assistências para a primeira vitória da equipe e a volta da confiança do torcedor no caminho traçado por Roger Machado para a tentativa de retorno à Série A.

As quatro mudanças para o jogo tiveram impacto no placar nos minutos inicias da partida. Positivamente, o impacto nas alterações do ataque se mostrou decisiva para que o Grêmio encerrasse o jejum de gols. Biel e Diego Souza combinaram no lance que abriu o placar do jogo. O ex-atacante do Fluminense recuperou a bola e encontrou o centroavante dentro da área. Na base da experiência, Diego esperou o momento certo para chutar e garantir que a finalização não seria interceptada pelos dois marcadores. Grêmio com a vantagem logo no primeiro minuto da partida.

O gol parece ter aliviado a pressão do restante do time, mas o Guarani seguiu apostando na estratégia de explorar a velocidade de seus pontas no contra-ataque. Com a manutenção da estrutura de equipe do Gauchão, o time de Roger Machado chegou novamente ao recuperar a bola perto do gol do adversário.

Aos 11 minutos, Villasanti desarmou um jogador do Guarani e encontrou Bitello. O meia avançou pela esquerda e finalizou, mas o goleiro do Guarani fez a defesa. Quatro minutos depois, foi a vez dos visitantes chegar com perigo. Brenno falhou em saída do gol para cortar cruzamento. O goleiro gremista jogou a bola nos pés do camisa Matheus Pereira. Mas o chute do jogador do Guarani saiu pela linha de fundo. O passar do tempo foi deixando claro que a vantagem do Grêmio não era sustentável. A torcida passou a reclamar cada vez de forma mais perceptível com os erros dos jogadores.

E em uma falha defensiva, o Guarani empatou com 25 minutos. Após bater a marcação de Nicolas, Bruno José fez o cruzamento do lado direito e encontrou Rodrigo Andrade. O volante ganhou de Rodrigo Ferreira e finalizou para linda defesa de Brenno, mas Matheus Pereira marcou no rebote. A irritação da torcida se fez presente novamente de forma mais intensa. Após perder a bola ao forçar uma jogada individual, a torcida vaiou Campaz. Lucas Silva também ouviu as cobranças do torcedor ao arriscar um chute.

Brenno, em mais uma defesa espetacular, evitou que o Guarani saísse par ao intervalo em vantagem. Em contra-ataque pela esquerda, Bruno José encontrou Júlio César completamente livre dentro da área, mas o goleiro gremista se atirou nos pés do atacante e evitou a finalização.

No momento de maior pressão, o Grêmio contou novamente com Diego Souza. Aos 39, Nicolas recebeu um belo lançamento de Bitello e cruzou com perfeição para o centroavante gremista cabecear com estilo e recolocar o Grêmio em vantagem. Um gol histórico para Diego Souza, que com 75 gols pelo clube, ultrapassou Renato Portaluppi na relação de maiores artilheiros gremistas. A torcida ainda ficou na bronca com a arbitragem que encerrou o primeiro tempo com um escanteio a ser cobrado por Campaz.

Roger Machado alterou o Grêmio para a volta no segundo tempo. Elias foi para o jogo na vaga de Campaz, e o jovem perdeu uma oportunidade incrível de facilitar a partida.

Logo com dois minutos, Biel recuperou a bola na própria área, passou pelo único marcador e invadiu a área. O atacante demorou um pouco a rolar a bola para Elias, que finalizou sem força e deu a chance para o goleiro do Guarani evitar o gol. Se o jovem não soube aproveitar a chance que se apresentou, o atacante veterano do time mostrou como se finaliza.

Aos 14 minutos, Diego Souza mais uma vez mostrou sua importância para o Grêmio. Em cobrança de escanteio de Nicolas, o centroavante subiu mais do que todos os marcadores e cabeceou sem chances para o goleiro.

Para evitar que o Guarani voltasse a incomodar, Brenno também teve que mostrar sua qualidade. Matheus Pereira se antecipou a Rodrigo Ferreira e finalizou cruzamento dentro da área. O goleiro gremista conseguiu defender o chute e evitar o retorno do time paulista para o jogo. A torcida teve a oportunidade de reconhecer ainda com a bola rolando a atuação de galã de Diego Souza. Ao lado de Nicolas, o centroavante deixou o campo para as entradas de Ricardinho e Diogo Barbosa, e foi ovacionado pelos 22 mil gremistas que estavam no estádio.

Após roubada de bola feita por Villasanti no meio de campo, Bitello forçou o goleiro do Guarani a fazer grande defesa para evitar que a vantagem gremista fosse ainda maior. O jovem gremista invadiu a área pelo lado esquerdo, passou pelo marcador e chutou com força. Com a ponta dos dedos, Kozlinski conseguiu mandar a bola para escanteio. Aos 41, Elias perdeu outra boa oportunidade em finalização da entrada da área. Mesmo com o desperdício, o Grêmio teve a competência que faltou nas primeiras rodadas da Série B e conseguiu a vitória na Arena.



Veja também