O Grêmio visitou o Fluminense na tarde deste domingo no Maracanã em partida válida pela 22ª rodada do Brasileirão e acabou derrotado por 2 a 1, dando fim a sequência de vitórias. O Tricolor atuou com time reserva, visando o duelo pela Libertadores no meio de semana.

Escalação inicial: Júlio César, Léo Moura, Paulo Miranda, Rodrigues, Juninho Capixaba, Rômulo, Darlan, Thaciano, Luciano, Pepê, André

PRIMEIRO TEMPO
Logo aos 4 minutos, Yony recebeu passe na linha de fundo e cruzou para a área onde Nenê apareceu na área se adiantando a marcação e tocando no canto de Júlio César.

O Grêmio pressionava a saída de bola e o Fluminense tinha dificuldades. Entretanto, o Tricolor não estava conseguindo aproveitar as bobeiras do time da casa. André teve boa chance aos 20 minutos, mas errou a finalização.

Aos 25 foi a vez de Thaciano perder ótima oportunidade de empate após sobra na área, chutando por cima do gol. No minuto seguinte, o Fluminense assustou em chute de Yony, mas para fora.

O Grêmio tinha mais posse de bola, porém tinha dificuldades para criar jogadas, não oferecendo perigo ao time da casa que saiu vencedor na primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO
A etapa complementar começou como a primeira: com gol do Fluminense. Aos 4 minutos, Yony recebeu passe e ajeitou para Caio Henrique que na área dominou e bateu no meio. Julio César não conseguiu defender.

Aos 13 minutos, o árbitro foi ao VAR para analisar possível pênalti para o Grêmio por toque de mão, mas acabou não marcando nada. A partida estava do jeito que o Fluminense queria mas aos 30 minutos, Patrick descontou para o Grêmio após jogada individual e um pouco de sorte no lance, pegando uma sobra e chutando no cantinho.

O Grêmio se lançou ao ataque em busca do empate, porém apesar da pressão, não conseguiu o empate.



Veja também